Situação continua tensa para cristãos em Bagdá

| 04/09/2009 - 00:00


A situação piorou para os cristãos em Bagdá. Após um período de paz, a violência voltou a ser comum em Bagdá. Cristãos e muçulmanos foram mortos em uma série de ataques terroristas, que levaram médicos e hospitais ao limite.

Jerry Dykstra trabalha na Portas Abertas Estados Unidos e conta que um colaborador em Bagdá conseguiu enviar diversos e-mails falando da situação. “Ele sente muito pela cidade, e lamenta a falta de remédios nos hospitais”. “Ele afirma que se as vítimas chegam feridas aos hospitais, provavelmente não sairão de lá por causa da falta de remédios e de cuidado.”

O colaborador pediu algo especial para Dykstra: “Ore, porque os iraquianos não vêem a luz no fim do túnel. Na verdade, não conseguem enxergar nada. Precisamos orar para que a luz de Jesus Cristo lhes traga paz.”

Mais de 600.000 cristãos iraquianos foram desalojados desde 2003.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE