Hoje é o encerramento do Ramadã, período de jejum muçulmano

| 19/09/2009 - 00:00


Hoje, dia 19 de setembro de 2009, encerra-se o período de jejum muçulmano, o Ramadã. Trata-se de uma festividade cuja data varia de ano para ano, comemorada no nono mês do calendário muçulmano, o mês do ramadã.

Durante esse período, todos os muçulmanos são convocados a jejuar, concentrar-se em sua fé e gastar menos tempo em suas preocupações cotidianas. É um período de adoração e contemplação. Durante o Jejum do Ramadã, várias restrições são feitas nas vidas dos muçulmanos. Não é permitido comer ou beber durante as horas em que se tem luz do dia. Fumar e manter relações sexuais também estão proibidos durante o jejum. Ao término de cada dia, o jejum é finalizado com uma oração e uma refeição chamada iftar. Após o iftar, é habitual que os muçulmanos saiam com a família para visitar amigos e parentes. O jejum é retomado na manhã seguinte. 

No dia de encerramento do período de jejum, celebra-se o Eid ul-Fitr. Eid ul-Fitr significa literalmente "Celebração do fim do jejum". Celebra-se no primeiro dia do mês de Shawwal, o décimo mês do calendário islâmico. Em algumas sociedades muçulmanas esta celebração é também conhecida como a "Doce Celebração" ou a "Pequena Celebração".

O primeiro Eid ul-Fitr foi celebrado em 624 pelo profeta Muhammad (Maomé) e os seus familiares e amigos em regozijo pela vitória na Batalha de Badr. O festival do Eid ul-Fitr celebra o fim deste jejum, bem como a força que os muçulmanos acreditam ter recebido de Allah para poderem executá-lo.

É tradição a realização de um grande almoço (o primeiro almoço que os muçulmanos tomam após o jejum diurno de um mês), geralmente na casa de um parente mais velho. As crianças recebem prendas, que podem ser novas roupas ou dinheiro. 

Uma nota triste deste ano é que o período do Ramadã de 2009 foi marcado por diversos ataques e violência contra não muçulmanos e estrangeiros. Dezenas de pessoas foram presas por se alimentarem durante o período de jejum islâmico. 

Oremos para que, mesmo no dia de hoje, de comemoração pelo encerramento de mais um período de consagração, muitos muçulmanos tenham um encontro com Cristo. Oramos também para que a justiça seja feita para aqueles que foram agredidos ou presos, e para que não haja mais atos de violência. 

 Saiba mais sobre o Ramadã. Visite nossa página especial.

 


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE