Cristãos são detidos em visita de oração

| 12/11/2009 - 00:00


Kesboram Bhagel (33) é casado com Tabitha Bhagel (31), e tem três filhos: uma menina de 12 anos e dois garotos, um de 10 e um de 7. No dia 8 de novembro de 2009, ele e sua cunhada, Sangeetha Daniel (24), foram realizar uma visita em Yadunandan Nagar Bilaspur, Chattisgarh, a 8 km da estação de trem Bilaspur.

O dono da casa os convidou para orar por seu filho, pois ele não estava bem. Kesboram é um cristão da igreja IPC e trabalha como secretário no Supremo Tribunal. Kesboram e sua cunhada entraram na casa e ficaram lá por alguns minutos. De repente, um grande grupo de pessoas da colônia e dos partidos Bajrang Dal, Shiv Sena e Dharam Sena invadiram a residência e começaram a ofender os cristãos.

Então, eles arrastaram Kesboram para fora da casa e o agrediram com tapas e chutes, batendo nele com suas sandálias e sapatos. O pastor ainda sente muitas dores, e teve ferimentos internos. Algumas pessoas da colônia ligaram para a polícia. Quando os policiais chegaram, também agrediram o pastor e sua cunhada, e os prenderam. Kesboram e Sangeetha foram liberados cerca de cinco horas depois.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE