Pastor continua preso injustamente após seis meses

Meses depois da prisão do pastor Akash Rao, ele permanece na cadeia. Ele estava entre as dez pessoas detidas sob suspeita de estarem ligados a um grupo maoista que aterroriza a região onde o pastor trabalha. Devido às acusações da polícia, os oficiais ainda não liberaram o pastor Akash.

Nos últimos cinco anos, Akash tem servido o Senhor nessa região politicamente instável, onde liderava uma congregação de 25 membros antes de ser preso. Outro pastor foi chamado para substituí-lo e dar prosseguimento ao trabalho.

A região está relativamente tranquila, pois está sob vigilância da polícia e os principais suspeitos de terrorismo estão presos. Os pastores e missionários que trabalham em áreas como essa normalmente enfrentam ameaças e são pegos em meio ao conflito. Isso dificulta o crescimento do ministério.

Os líderes da Gospel for Asia pedem oração por Akash, para que o Senhor opere um milagre nessa situação e que a verdade o liberte. Ore também pela família do pastor e pelos membros de sua congregação, para que permaneçam firmes nesse momento difícil.