Grupo de muçulmanos ataca igreja em construção

Uma multidão de muçulmanos, incluindo mulheres e crianças, atacaram a igreja de Saint Albert, em Bekasi, cerca de 30 km ao leste de Jacarta. A situação agora está sob controle, mas a comunidade cristã local teme uma violência maior antes do Natal.

Kurniadi é membro de um comitê encarregado da construção da igreja. Ele contou para a AsiaNews: “De repente, dezenas de motociclistas se aproximaram da área do terreno da igreja. Eles carregavam cartazes e litros de querosene. Não sabemos por que eles atacaram”.

Kristina Maria Renteana, que estava presente quando a igreja foi atacada, disse: “A multidão era formada por cerca de mil pessoas. Não apenas homens, mas mulheres e crianças também”.

Andar de carros e motocicletas é uma tradição para os muçulmanos indonésios durante as “celebrações nacionais”.

Ontem foi o primeiro dia do Ano Novo muçulmano, o início do mês de Muharram. Fontes locais disseram para a AsiaNews que a “multidão era formada por pessoas de Tarumajaya e Babelan”, dois vilarejos no Norte Bekasi, onde muçulmanos extremistas são maioria.

A construção da igreja de Saint Albert, que é parte da igreja Saint Arnold em Bekasi, não foi concluída. Iniciada em 11 de maio de 2008, a congregação possuía a permissão legal para lugares de culto e já estava 80% completa. Os trabalhadores haviam terminado as paredes e o telhado. Faltava apenas o piso de cerâmica para ser terminado.

Apesar da construção não estar concluída, a igreja foi escolhida para sediar o culto de Natal para todos os cristãos da comunidade.