Enfermeira é suspensa por organizar confraternização de Natal

Uma enfermeira cristã no distrito de Mandya, em Karnataka, está enfrentando uma suspensão por organizar uma confraternização de Natal em seu local de trabalho.

Sophia Parimala Rani trabalha no Hospital Público de Pandapura há 10 anos. Como sempre fez, Sophia organizou uma confraternização de Natal para os funcionários e pacientes na sexta-feira, 25 de dezembro.

Sob a supervisão do evangelista Babu, o programa de Natal foi abruptamente interrompido por volta das 15h, quando um grupo de radicais hindus invadiu o hospital e começou a gritar ofensas e falsas acusações.

O grupo também agrediu o evangelista.

O Conselho Global de Cristãos Indianos (GCIC) afirmou que a diretoria do hospital acionou a delegacia de Pandapura, onde as duas partes de reconciliaram. No entanto, eles conseguiram “à força”, um pedido de desculpas da enfermeira por escrito.

Depois do acordo, os radicais se queixaram para o doutor Jairam, diretor do departamento, pedindo que ele tomasse alguma atitude contra a enfermeira.

“Sabe-se que o hospital preparou uma carta de suspensão para Sophia, que será entregue em breve.”