Pastores são multados em Belarus

| 04/02/2004 - 00:00


Todos os três pastores foram multados sob o Artigo 193 do código administrativo de ofensas, que pune "a criação e a liderança de organizações religiosas sem registrar sua condição de acordo com os procedimentos estabelecidos".

O pastor batista Viktor Yevtyukhov foi multado em .500,00 rublos bielo-russos (cerca de 40 dólares) no dia 5 de dezembro de 2003 por estar à frente de uma congregação não registrada na vila de Zamoshye, região bielo-russa de Gomel, informou ao Forum18 NewsService a União Internacional das Igrejas Batistas no dia 25 de janeiro.

A média salarial anual na Bielo-Rússia é estimada em 128 dólares. Oleg Kurnosov, pastor da União na cidade de Dubrovno, região de Bitebsk, foi multado em .500,00 rublos bielo-russos (cerca de 7 dólares) no dia 23 de dezembro de 2003 de acordo com uma informação do dia 9 de janeiro recebida pelo Forum18.

O pastor Oleg estava dirigindo um culto no período da noite em sua residência no dia 21 de novembro quando um oficial da polícia local entrou em sua casa exigindo que ele retirasse o sinal "Casa de Oração" de sua parede externa. De acordo com o relatório dos batistas, o pastor recusou-se a cumprir tal ordem, com o arguemento de que mesmo o sinal estando pendurado em uma residência, isso simplesmente servia como um convite para todos que desejassem comparecer à reunião.

No dia 21 de abril de 2003, a União Internacional das Igrejas Batistas relatou como um oficial da cidade e oficiais da polícia regional interromperam uma reunião de domingo da congregação na cidade de Vitebsk no dia 2 de março para multar o pastor Konstantin Yeremeyev em .000,00 rublos bielo-russos (cerca de 12 dólares) por deixar de registrar sua congregação.

Falando ao Forum18 no dia 17 de janeiro, uma porta-voz para a União Batista de Moscou observou que os incidentes recentes na Bielo-Rússia parecem estar relacionados com a lei religiosa estabelecida em 2002, que declara categoricamente que o registro é compulsório para todas as comunidades religiosas.

Originalmente criada em 1961, a União Internacional das Igrejas Batistas adere ao princípio rígido da separação da Igreja com o Estado, de maneira que nenhuma de suas 3.705 congregações existentes na ex-União Soviética está registrada. A porta-voz da União explicou ao Forum18 que todas essas congregações teriam que estar capacitadas a evangelizar desfurtando de liberdade plena em toda a antiga União Soviética antes que o corpo jurídico concordasse com o registro junto ao Estado.

Falando ao Forum18 em Vitebsk no dia 23 de setembro de 2003, um oficial dessa região, responsável pelas relações religiosas, confirmou que a atividade não registrada da União das Igrejas Batistas era considerada ilegal na Bielo-Rússia. "Eu tentei conversar com eles, mas eles existem como atividade não registrada por décadas", lamentou Nikolai Stepanenko. Enquanto eles conseqüentemente agem fora da lei, o Comitê Estadual para Relações Étnicas e Religiosas em Minsk afirma que as comunidades da União são em 29 no total.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Facebook
Instagram
Twitter
YouTube

© 2022 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE