Pastor e esposa grávida são atacados em casa

| 14/06/2010 - 00:00


No dia 3 de junho, 14 muçulmanos atacaram um pastor, sua esposa grávida e seu irmão em Sahiwal, Paquistão.

Mumtaz Masih, pastor da Igreja Evangelho Pleno do Paquistão, e sua esposa Noreen foram atacados por muçulmanos que os acusaram de evangelismo.

O Imam Maqsood Ahmed supostamente liderou o ataque, ferindo as pernas do pastor e as mãos e barriga de sua esposa. O irmão caçula do pastor foi pego em uma emboscada quando foi buscar ajuda médica para seu irmão e cunhada.

Os cristãos têm se queixado dos constantes ataques para a polícia, mas nenhuma ação foi tomada contra os agressores.

Jonathan Racho, diretor da agência International Christian Concern, afirma: “Condenamos a violência contra o pastor Mumtaz e sua família. Os cristãos paquistaneses têm sofrido ataques por expressar sua fé em Cristo. Em nossa conversa com o pastor Mumtaz, e muitos outros cristãos perseguidos no Paquistão, eles nos falam sobre a determinação de permanecerem firmes em sua fé apesar da perseguição”.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE