Pastor indiano é ferido em tentativa de homicídio por extremistas hind

Um líder cristão indiano quase foi morto em um ataque na noite de domingo por extremistas hindus durante um culto de oração na cidade deDavangere.

O pastor Isaac Samuel, coordenador da Global Council of IndiansChristians, foi seriamente ferido quando foi atingido entre o pescoço e oombro com um cutelo, na frente de sua esposa e dois filhos, enquantoconduzia o encontro.

Ele foi levado ao hospital para tratamento. Ele teve que passar poruma transfusão de sangue e receber doze pontos para fechar a ferida.  

A polícia prendeu um homem identificado somente pelo nome de Bansava, na sequência da investigação.

Sajan George, presidente da GCIC, acusou os invasores de terem uma“intenção clara de matá-lo,” mas ficou aliviado que Samuel sobreviveu eagradeceu a Deus que “a lâmina perdeu sua cabeça.”  

Ele também criticou as leis anticonversão atualmente exercidas emvários estados indianos, rotulando-as como uma “desculpa para aviolência anticristã.”  

“O governo da Bharatiya Janata Party deve perceber que a leianticonversão tem uma história de abuso pelos fundamentalistas Hindus,”disse ele, de acordo com o AsiaNews.  

Apesar da constituição indiana garantir a liberdade de religião, seisde 28 estados restringem essa liberdade com a legislação que permite apunição de convertidos religiosos que não informam ao Estado.
 
Apesar das leis não existirem em Karnataka no sul da Índia onde oincidente ocorreu, tem havido uma demanda forte para introduzirpolíticas similares.  

Um recente relatório pelo Evangelical Fellowship da Índia mostra umaumento na violência contra cristãos indianos durante a década passada,com 149 ataques em 2010.
 
A maioria dos casos acontecem dentro de quatro estados, indicando“ataques aos cristãos não são incidentes ao acaso, mas são parte de umacampanha sistemática pelas organizações influentes ,” afirmou o relatório da EFI.  

A violência contra cristãos escalados em 2008, quando extremistas hindus mataram 110 cristãos e destruíram 170 Igrejas e 4.500 casas após oassassinato de um líder hindu.
 
O hinduísmo é a principal religião da Índia, com cerca de 80 porcento dos 1,1 bilhões de pessoas hindus. Os cristãos representam 2,3 porcento da população.