Irmão André comenta morte de Bin Laden

Enquanto é possível reconhecer a importância política, militar e para a humanidade da morte de Osama Bin Laden, principalmente para todos aqueles que sofreram com a terrível violência que ele e sua organização provocaram em todo o mundo, a Portas Abertas também reconhece o chamado bíblico de orar por aqueles que nos perseguem (Romanos 12.14).

Durante muitos anos, o Irmão André, fundador da Portas Abertas e autor do livro “Contrabandista de Deus”, desafiou os cristãos com a seguinte pergunta: “Você já orou por Osama Bin Laden hoje?”

Quando soube da morte de Osama bin Laden, o Irmão André disse: “Eu continuo orando. Existem outros líderes da al-Qaeda que são muito mais perigosos. É um movimento. A pergunta que devemos responder é: somos dirigidos pela vingança ou pelo perdão? Esse é momento de fazermos uma reflexão honesta. O chamado de Deus para nós é que busquemos a justiça”.

Como base, o Irmão André fez referência ao Salmo 2: “Por que se amotinam as nações e os povos tramam em vão? Os reis da terra tomam posição e os governantes conspiram unidos contra o Senhor e contra o seu ungido”.

“A batalha não é contra a democracia ou contra os Estados Unidos”, ele diz. “É contra o Senhor e seu Ungido”.

Em resposta ao desafio do Irmão André, a Portas Abertas convoca os cristãos em todo o mundo a orar: