Novos sonhos para Noeh, adolescente do Iraque

Após a saída do Estado Islâmico do país, diversas famílias cristãs voltaram para suas vilas, que ainda precisam ser reconstruídas

| 15/04/2019 - 16:30

Noeh e alguns de seus amigos em frente a sua escola, em Karamles

Noeh e alguns de seus amigos em frente a sua escola, em Karamles


Noeh caminha orgulhoso pelas ruas de Karamles. O adolescente de 13 anos cumprimenta seus amigos, parentes e vizinhos com um sorriso no rosto. Ele diz: “Eu sou feliz aqui. Amo minha Karamles”. A vida de Noeh está voltando ao normal. Ele vive com a família em sua própria casa e está de volta à escola. Durante a aula de Educação Física, ele corre e joga futebol com os amigos, conversando e rindo com eles. Noeh está na 8ª série.

Em casa, a mãe olha para o filho adolescente e ri. Almas, mãe de Noeh, fala sobre a rotina diária do filho: “Ele é um garoto muito ativo. Acorda às 6h para ir à igreja com o pai, que é diácono. Então volta para tomar café da manhã em casa e depois vai para a escola. Faz a lição de casa quando volta para casa. Durante a noite, ele participa do programa de jovens da igreja e, em outras noites, vai jogar futebol com os amigos”. Noeh, como qualquer outro garoto de sua idade, é apaixonado por assistir os jogos de seu time favorito no Youtube. Ele diz: “O Barcelona é o meu time preferido dentre todos”.

Em agosto de 2014, quando o Estado Islâmico (EI) invadiu a Planície do Nínive, a família de Noeh foi deslocada para Erbil, como outros milhares de cristãos de vilas e cidades da região. Eles ficaram lá por três anos. Apenas em agosto de 2017 puderam voltar para sua vila. A família do adolescente encontrou a casa completamente queimada pelo EI. Noeh e a família só retornaram para sua casa em 2018. “O comitê da igreja reconstruiu nossa casa queimada. Nós somos muito gratos a vocês – com seu apoio pudemos voltar para nossa casa”, disse Haithem, pai de Noeh.

Participe da reconstrução do Iraque
Seu apoio ajudou muitas famílias desabrigadas com comida, roupas, tendas e outras atividades enquanto estiveram deslocados. Após a retirada do Estado Islâmico, um retorno para as vilas foi possível. Nós restauramos 40 casas pertencentes a famílias cristãs em Karamles. Isso foi feito por meio do comitê de uma igreja local. Outros doadores ajudaram a bancar a restauração de outras casas na vila. Um total de 329 famílias voltaram para Karamles no final de 2018. Em toda a Planície do Nínive, foram restauradas 1274 casas (até o final de 2018). No total, mais de 8.300 famílias cristãs puderam voltar para a Planície do Nínive. Ao doar para esse projeto, você possibilita a reconstrução de outras casas e igrejas no Iraque.

Revista Portas Abertas
No mês de abril, você pode conferir mais histórias sobre a reconstrução do Iraque e Síria após tanta devastação ocasionada por guerras. Com apenas uma doação, você recebe em sua casa um exemplar por mês com notícias, pedidos de oração, devocionais e testemunhos da Igreja Perseguida. Dessa forma, você pode apoiar os projetos da Portas Abertas em diferentes países, além de ser edificado com as histórias de nossos irmãos.

Leia mais
Esperança de um novo tempo no Iraque e Síria
Desafios dos cristãos da planície do Nínive, no Iraque
Milhares de famílias voltam para vilarejos no Iraque


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE