Ore pela igreja no Azerbaijão

| 06/03/2017 - 00:00


06-azerbaijao-mehriban-aliyeva-e-ilham-aliev
Vice-presidente Mehriban Aliyeva e Presidente Ilham Aliev

No ano passado, o Azerbaijão ocupava o 34º lugar na Lista Mundial da Perseguição. Esse ano, o país não foi classificado, mas isso não significa que a situação tenha melhorado. O islamismo continua sendo a religião oficial do Estado e os cristãos ainda vão enfrentar punições e ameaças por conta de sua fé.

As últimas notícias sobre o presidente Ilham Aliyev ter nomeado a própria esposa como primeira vice-presidente do país, sem consultar o Parlamento ou mesmo o Gabinete, mostra que o caráter autoritário de seu governo prevalece. Ele foi presidente da ex-república soviética desde outubro de 2003, quando foi governado pelo seu pai, Heydar Aliyev, conhecido por ser um líder de linha dura.

“Agora que Aliyev nomeou sua esposa como vice-presidente, ficou claro que ele pretende manter todo o poder nas mãos da família”, comentou um dos colaboradores da Portas Abertas. Segundo ele, não é bom sinal para os cristãos no Azerbaijão. “A atitude do presidente deixa uma mensagem clara para a igreja, que seus opressores estão planejando permanecer no mesmo lugar e continuar com as mesmas políticas. Não há esperança de um tempo melhor para os fiéis”, finaliza o colaborador. Ore por essa nação.

Leia também
Não haverá mudanças para os cristãos no Azerbaijão
Ore pelos líderes da igreja no Azerbaijão


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

© 2022 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE