Ore por cristão ex-muçulmano da Ásia Central

Agredido por familiares muçulmanos, Khan foi hospitalizado, mas não deu queixa à polícia e perdoou seus perseguidores

Já contamos o incidente envolvendo Khan*, cristão ex-muçulmano em um país na Ásia Central. Há cerca de um mês, pouco depois de ser batizado, ele foi agredido por parentes muçulmanos que o puniram por trair a fé islâmica. O cristão foi hospitalizado com ferimentos múltiplos e lesões. Os parentes expulsaram sua esposa, Aselya*, de casa e a culpam pela conversão do marido, visto que ela foi a primeira cristã na família.

Ficamos sabendo que agora Khan está em casa, depois de mais de uma semana no hospital. Sua cabeça e braço direito têm muitos ferimentos, pois seus irmãos tentaram matá-lo com uma motosserra, causando sérios danos a sua saúde. Eles também mataram toda a criação de Khan – ovelhas, galinhas, patos, coelhos e cachorros – e queimaram seu celeiro.

Todos estão de volta à casa agora, mas Aselya e o filho estão muito estressados, pois estão sob constante perigo de um novo ataque dos parentes muçulmanos. Eles querem expulsar a família da comunidade e ameaçaram matá-los caso não saiam.

Depois do incidente, a polícia local foi até Khan perguntar se ele queria fazer uma declaração para que os agressores fossem punidos, mas ele se recusou a dar queixa dos parentes muçulmanos que o atacaram. Khan disse aos irmãos da igreja que o visitaram no hospital: “Eu decidi que devo perdoá-los, assim como Jesus Cristo perdoou meus pecados. Vou orar por eles, apesar do incidente. Eu os amo e vejo como eles precisam do amor de Deus”.

*Nomes alterados por segurança.

Pedidos de oração