Ouça o clamor dos cristãos da China

Duas igrejas foram fechadas por autoridades chinesas na última semana

| 12/09/2018 - 00:00

O governo tenta fazer de exemplo as igrejas grandes e conhecidas

O governo tenta fazer de exemplo as igrejas grandes e conhecidas


Cristãos chineses estão novamente pedidos por ajuda. Nesta semana duas relevantes igrejas chinesas, uma em Pequim e outra na cidade de Chengdu, foram fechadas por autoridades chinesas. A igreja Zion, em Pequim, uma próspera igreja de cerca de 1,5 mil cristãos foi interrompida subitamente no domingo quando aproximadamente 30 policiais invadiram o encontro e encerraram as atividades, forçando todos da congregação a sair. No andar de baixo, outros 100 policiais esperavam com viaturas e ambulâncias.

A polícia pegou os nomes e detalhes de cada membro da igreja e disse que agora ela está fechada e interditada. Também informaram que qualquer cristão que não cooperasse seria escoltado para a viatura. O pastor principal e alguns presbíteros foram detidos para questionamento e a igreja foi revistada.

Cristãos na China sabem que a perseguição aumenta sua fé e os fortalece levando-os mais perto do Senhor. Os cristãos da igreja Zion se comprometeram a continuar os encontros onde puderem. Embora as autoridades tentem restringir a liberdade física, não podem tirar deles a fé, o amor de Deus e a adoração.

Pedidos de oração

  • Declare o senhorio de Jesus sobre essa nação e os corações daqueles que chamam ele de pai.
  • Ore para que a igreja cresça na autoridade dada por Deus.
  • Peça a Deus que a polícia e as autoridades chinesas experimentem a graça, amor e poder do evangelho revelados por meio daqueles que são perseguidos.

Leia também
Chamado para levar as boas novas
Igrejas são fechadas e demolidas em cidades da China
Governo chinês fecha acampamentos de verão


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE