Pacto Global sobre migração é assinado no Marrocos

165 países assinaram acordo sobre mobilidade internacional de pessoas, inclusive o Brasil

| 12/12/2018 - 00:00

O secretário-geral da ONU, António Guterres, discursa na abertura do encontro (Imagem: Associated Press)

O secretário-geral da ONU, António Guterres, discursa na abertura do encontro (Imagem: Associated Press)


Foi assinado na última segunda-feira (10) em Marraquexe, no Marrocos, o primeiro acordo sobre mobilidade internacional de pessoas. Dos 193 Estados que integram a ONU, 165 assinaram o acordo, inclusive o Brasil, que foi representado pelo chanceler Aloysio Nunes Ferreira.

O acordo é chamado Pacto Global por uma Migração Segura, Ordenada e Regular e teve oposição dos Estados Unidos desde o começo. O país exerceu pressões sobre outros países para que não participassem. Após a assinatura, o futuro chanceler do governo Bolsonaro, Ernesto Araújo, anunciou nas redes sociais que o governo brasileiro vai se se dissociar do pacto no ano que vem.

Além dos Estados Unidos, outros países expressaram oposição ao pacto, entre eles Áustria, Polônia, República Tcheca, Eslováquia, Bulgária, Austrália e Chile. Como igreja, somos convocados a orar pela questão mundial dos refugiados. Há muitos deles chegando ao Brasil e entre eles há cristãos perseguidos, assim como pessoas que precisam ouvir sobre o amor de Deus.

Leia também
Cristão marroquino é expulso de casa ao se converter
Cristãos marroquinos levantam a voz por seus direitos
Perfil de igrejas marroquinas muda nos últimos anos


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Facebook
Instagram
Twitter
YouTube

© 2022 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE