Pastor preso por dois anos é libertado

Ao retornar à família e ao convívio social, Yklas Kabduakasov precisa de nossas orações

| 10/11/2017 - 00:00

Os líderes cristãos no Cazaquistão podem ser presos a qualquer momento (foto representativa)

Os líderes cristãos no Cazaquistão podem ser presos a qualquer momento (foto representativa)


O pastor preso por sua fé no Cazaquistão, Yklas Kabduakasov, foi libertado da prisão em outubro. O cristão ex-muçulmano de 56 anos estava preso desde agosto de 2015 e cumpria pena em uma colônia penal. A acusação que pesava contra ela era “incitar o ódio religioso”. Agora ele volta para casa, para a esposa e nove filhos, incluindo um bebê que nasceu depois de sua prisão. 

De acordo com a investigação, no período entre novembro de 2014 e agosto de 2015, o líder cristão dava palestras para estudantes universitários num apartamento alugado na capital Astana, o que foi considerado ato ilícito e levou à sua prisão. Várias igrejas, pessoas e organizações ajudaram a família durante a prisão de Yklas. A Portas Abertas também os visitava de tempos em tempos. Agradecemos a todos os irmãos que oraram por ele e sua família durante o tempo na prisão. Continue intercedendo por ele, pois com certeza as orações ainda são necessárias nessa volta para casa. 

No Cazaquistão, a principal fonte de perseguição é um governo repressivo, fruto de um passado comunista. O país ocupa a 43a posição na Lista Mundial da Perseguição 2017. A pressão das autoridades foi intensificada em 2015 e o número de reuniões interrompidas e de cristãos detidos ou interrogados subiu. No país há cerca de 15 mil cristãos ex-muçulmanos, os quais vivem sob constantes ameaças de suas famílias, vizinhos, amigos e comunidades se sua fé se tornar conhecida. Ore por nossos irmãos cazaques. 


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Facebook
Instagram
Twitter
YouTube

© 2023 Todos os direitos reservados

Home
Lista mundial
Doe
Fale conosco