Perseguição continua crescendo na Índia

Em poucos meses, diversos ataques violentos contra famílias cristãs foram registrados em aldeias da Índia

A perseguição contra cristãos na Índia cresce. O país, muito conhecido pelo turismo e pela pluralidade cultural, tem se tornado um ambiente altamente hostil aos cristãos. Devido a este aumento de incidentes, a Portas Abertas iniciou a Campanha Global Índia, para que a igreja indiana seja apoiada e permaneça viva. Veja os recentes relatos de ataques contra cristãos no país.

Um cristão foi morto quando os aldeões reclamaram contra ele aos naxalitas, um grupo de militantes comunistas que opera em diferentes partes da Índia. O cristão foi acusado falsamente pelos vizinhos de perturbar a paz na aldeia e de informar sobre as atividades dos naxalitas à polícia. O grupo o sequestrou e o matou.

Outro irmão, Nitin*, era invejado pelos aldeões por causa de sua fé e ameaçado de terríveis consequências se continuasse indo à igreja. Quando ele não concordou em desistir da fé, os aldeões reclamaram com os naxalitas. O grupo extremista, então, também o matou.

Hiralal* e sua família estavam retornando para casa após um culto. Alguns capangas locais atingiram seu veículo usando um veículo maior. O cristão morreu no local e sua esposa e filho ficaram gravemente feridos. A polícia confirmou, mais tarde, que os assassinos foram subornados pelos anticristãos da comunidade.

Sagar* foi ameaçado de coisas terríveis se continuasse indo à igreja pelos moradores de sua própria aldeia. No caso dele, os aldeões também o acusaram falsamente diante dos naxalitas. O grupo acreditou neles, invadiu a casa do cristão, o raptou, agrediu e matou, deixando o corpo na floresta.

Envolva-se com a Campanha Global Índia

Além desses casos relatados nas últimas semanas, houve também diversas situações em que os cristãos foram espancados de forma crítica. Diante desta realidade, una-se a nós em favor dos indianos participando da Campanha Global Índia. Com a sua ajuda, será possível continuar fortalecendo a igreja e ampliar o trabalho da Portas Abertas, de modo que alcance todos os cristãos vulneráveis à perseguição na Índia.

*Nomes alterados por segurança.

Pedidos de oração