Polícia espalha falso rumor que cristão foi assassinado na prisão

| 03/10/2014 - 00:00


 3_Pakistan.jpg

Bhatti foi espancado e ameaçado várias vezes na prisão, mas ainda está vivo e foi visitado recentemente por sua família, após o boato de sua morte.

""Recebi um telefonema da polícia e eles me disseram que meu irmão tinha sido morto na prisão"", Naureen Bhatti, irmã de Zafar Bhatti, disse à Asia News. Uma vez alertada, a família ""correu para a prisão"" para ver o corpo da vítima e descobrir como ele morreu; no entanto, agentes penitenciários os impediram de identificar o suposto corpo.

A notícia, que acabou sendo provada como falsa, começou a circular na mídia paquistanesa e internacional. Segunda-feira (1), a família de Zafar Bhatti confirmou que ele está vivo.

O julgamento de Bhatti estava agendado para ontem, mas a audiência foi cancelada. Ore por ele e pelos demais cristãos acusados falsamente de blasfêmia à espera de julgamento no Paquistão.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Facebook
Instagram
Twitter
YouTube

© 2022 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE