Presidente de Burkina Faso é detido

O líder do país está preso em um campo militar

| 24/01/2022 - 16:30

Militares não apoiam a maneira que o governo combate o avanço de grupos terroristas no país

Militares não apoiam a maneira que o governo combate o avanço de grupos terroristas no país


Ontem, 23 de janeiro, o presidente de Burkina Faso, Roch Kaboré, foi detido por militares na capital Ouagadougou. Há relatos de que houve tiroteios próximo ao palácio presidencial e em vários quartéis da capital.  

De acordo com um diplomata da África Ocidental e fontes de segurança, o presidente está detido em um campo militar no quartel de Sangoule Lamizana. A informação do local foi confirmada à agência francesa AFP por militares. A insatisfação dos militares e da população se dá na maneira pela qual o governo combate o avanço de grupos terroristas no país.  

No poder desde 2015 com a promessa de tornar prioridade a luta contra os extremistas, Kaboré vinha sendo cada vez mais criticado pela população, farta da violência jihadista e de sua incapacidade de enfrentá-la. Os militares estão exigindo mais apoio na luta contra os extremistas islâmicos que atuam no país.  

Ainda ontem o governo negou a possibilidade de um golpe militar em andamento e não fez nenhuma declaração sobre o paradeiro do líder. A revolta segue uma série de ataques mortais contra os militares que lutam contra extremistas ligados a grupos como Estado Islâmico e Al-Qaeda. 

Um porta-voz dos militares disse aos jornalistas que eles exigem recursos apropriados para combater os jihadistas e também a renúncia do exército e dos chefes de inteligência, além de melhorias na qualidade de vida para soldados feridos e suas famílias.

Por enquanto, as coisas parecem estar calmas, no entanto, em eventos passados elementos criminosos e grupos militantes usaram essas situações para atingir civis e igrejas.  

Pedidos de oração 

  • Interceda por uma resolução pacífica nessa situação específica em Burkina Faso. 
  • Clame para que a igreja local seja uma forte voz de esperança e unidade neste tempo. 
  • Ore pelas pessoas que estão se sentindo inseguras, que elas encontrem a paz e o conforto em Deus.  

Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Facebook
Instagram
Twitter
YouTube

© 2022 Todos os direitos reservados

Home
Lista mundial
Doe
Fale conosco