Religião é enfraquecida por nova Constituição em Cuba

A partir da mudança, o governo cubano deu início a campanhas de perseguição a líderes de igrejas e ativistas

| 29/09/2019 - 06:00

Mesmo com a mudança de presidente, a liberdade religiosa no país não aumentou

Mesmo com a mudança de presidente, a liberdade religiosa no país não aumentou


O relatório da Comissão sobre Liberdade Religiosa Internacional dos Estados Unidos (USCIRF, da sigla em inglês) sobre Cuba, conforme já divulgado, declarou que a mudança na liderança do país, em abril do último ano, que nomeou Miguel Díaz-Canel como novo presidente, “não resultou em um aumento na liberdade religiosa”.

O material apresenta como a nova Constituição, aprovada depois de um processo de consulta no qual líderes religiosos foram excluídos, “enfraqueceu as proteções para a liberdade de religião e crença”. O conteúdo ainda acrescenta que “o governo cubano deu início a campanhas de perseguição a líderes de igrejas e ativistas que defendem proteções mais fortes à liberdade religiosa”.

De acordo com o relatório em questão, o governo também tem como alvo membros da família de líderes religiosos para aumentar a pressão a eles. Ativistas de dentro e fora da ilha relataram que “como resultado de uma perseguição intensa, mais líderes religiosos fugiram de Cuba para buscar asilo no exterior”. A maioria dos que fugiram eram líderes religiosos há muito tempo, sendo de denominações registradas e não registradas.

O trabalho do Gabinete de Assuntos Religiosos (ORA, da sigla em inglês), uma entidade do Partido Comunista de Cuba que controla toda a atividade religiosa no país, também é detalhado no relatório. A explicação é que, por meio desse gabinete, o governo exige que todas as organizações religiosas que operam no país se registrem a fim de permitir que as comunidades recebam visitantes estrangeiros, materiais religiosos importantes, realizem encontros em casas de adoração aprovadas e possam viajar para o exterior. Mas, como diz o relatório, oficiais “ainda podem interferir em qualquer questão da igreja – seja ela registrada ou não”.

Pedidos de oração

  • Ore pelo novo presidente do país, para que ele tenha um encontro com Cristo.
  • Interceda em favor dos líderes cristãos e ativistas que atuam pela liberdade religiosa em Cuba.
  • Peça a Deus para que as igrejas tenham mais liberdade para atuar no país.

Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE