Seja uma ponte entre a liberdade e a perseguição

| 13/09/2016 - 00:00


13-brasil.jpg

A situação dos nossos irmãos perseguidos que estão espalhados pelo mundo, em diversos países, precisa ser conhecida pela igreja livre de perseguição. Eles não podem falar sobre o evangelho, e mesmo assim, correndo risco de vida, eles espalham as boas novas por onde quer que vão. Para que eles continuem firmes nesse propósito, é necessário que oremos por eles.

Uma pesquisa recente do Pew Research Center (PRC), uma organização que fornece dados sobre as tendências que moldam o mundo, mostraram que o Brasil é o segundo maior país cristão, com aproximadamente 175 milhões de seguidores de Cristo, ficando atrás somente dos Estados Unidos (com 246 milhões). Mas para que a igreja faça alguma diferença no mundo, ela precisa ser mais qualitativa do que quantitativa. O número de cristãos não quer dizer nada se eles não entrarem em ação como uma família que se preocupa verdadeiramente com aqueles que têm o mesmo sangue correndo nas veias, o sangue de Jesus.

Se você já tomou conhecimento sobre a realidade da Igreja Perseguida, se tem noção dos desafios que os nossos irmãos enfrentam diariamente para ter uma Bíblia e manter a igreja viva apesar da violência e hostilidade que encontram, passe essa informação adiante. Se você já ouviu falar dos ataques, torturas e prisões, bem como as dificuldades de moradia, trabalho e vida social dos cristãos perseguidos, então mobilize mais pessoas para orar por eles. Apresente aos seus irmãos na fé a Missão Portas Abertas e convide-os para se envolver com a causa. Eles podem se cadastrar conosco ou nos acompanhar através do site e mídias sociais. Se preferir, repasse o telefone do nosso canal de relaciomento para mais informações: (11) 2348 3330. A Igreja Perseguida conta com a igreja brasileira.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE