Shockwave: 1150 grupos geraram uma onda de oração

Durante o final de semana do Shockwave, joelhos dobrados e lágrimas marcaram os jovens que se colocaram no lugar dos cristãos perseguidos

| 24/09/2018 - 00:00

A você que participou do Shockwave 2018, nosso muito obrigado!

A você que participou do Shockwave 2018, nosso muito obrigado!


“O Shockwave 2018 nos rendeu lágrimas pelas histórias, joelhos dobrados em oração e encorajou a cada um que esteve presente a servir os irmãos perseguidos com amor. Superou nossas expectativas” – assim Larissa Alves, de Mairiporã/SP, descreve os momentos que passou no evento com seu grupo. É com muita gratidão e alegria que pudemos ver os jovens da igreja brasileira se envolvendo com a Igreja Perseguida neste fim de semana do Shockwave. Foram 1150 grupos em todo o Brasil que se mobilizaram e separaram um tempo para se dedicar à oração pelos cristãos perseguidos do Oriente Médio, Norte da África e Ásia Central. E isso em um estilo bem jovem, com muita criatividade e descontração.

Somos a Igreja

Jovens de Boa Vista/RR compartilham que se reuniram “em um momento de oração e conversa sobre nossos irmãos que vivem em condições muito difíceis simplesmente por professarem sua fé em Cristo”. Em Jundiaí/SP, um grupo fez 12 horas de oração e louvor. “A beleza é facilmente associada à juventude. Mas nesta sexta-feira, 21, jovens de diversas igrejas de Palmas se reuniram para provar que a beleza verdadeira está em um coração sensível a Deus, intercessor dos que são perseguidos por amor ao nome de Jesus”, expressa participante do Shockwave em Palmas/TO.

O pessoal de Alfenas/MG também mostrou seu envolvimento: “Depois da palavra, levantamos um clamor pela nossa família perseguida, reconhecendo que se parte do corpo está sendo afligido, todos também estão sendo, porque é responsabilidade nossa, sim. E após os cultos, alguns estandes estavam montados para que tivéssemos o privilégio de conhecer tantas histórias de jovens cristãos perseguidos que não abrem mão da sua fé. Escrevemos cartas, nos comprometemos a orar e lemos testemunhos”, compartilharam nas redes sociais.

“Independentemente da limitação geográfica, o corpo de Cristo é um só”

Anderson França, de 16 anos, que participou pela primeira vez do Shockwave na tarde de sábado, disse que pôde aprender sobre a Igreja Perseguida e que gostou das dinâmicas para mostrar essa realidade. “Foi algo divertido e que representou a união de jovens e adolescentes para orar pelos cristãos perseguidos”, comenta. “Foram momentos de, juntos, conhecermos e vivermos o ponto de vista de irmãos que estão em realidades diferentes da nossa; os impactando, ainda que de longe, através da oração”, é o que compartilha Luiz Henrique de Souza, de São Paulo/SP.

Louvamos a Deus por essa oportunidade que ele nos dá de servimos à Igreja Perseguida, engajando a juventude brasileira nessa onda de oração. Para Leandro Carvalho, do Rio de Janeiro/RJ, participar do Shockwave foi impactante. “Oramos pela Igreja Perseguida e por pessoas específicas que não conhecíamos mas que fazem parte do mesmo corpo que nós, o corpo de Cristo. Outro momento muito marcante foi quando escrevemos uma carta e fizemos um desenho para um cristão perseguido, uma palavra de ânimo e encorajamento. Independentemente da limitação geográfica, o corpo de Cristo é um só”, conclui.

Assista ao vídeo de agradecimento e encerramento do Shockwave 2018

Leve uma Bíblia à Ásia Central
Além de orar por nossos irmãos, você tem também a oportunidade de mostrar de forma prática seu amor e apoio em relação a eles. Faça parte do crescimento da igreja onde ela é tão oprimida. Encoraje um jovem da Ásia Central enviando uma Bíblia. Eles têm fome da palavra e precisam ser alimentados. Seja um com eles!


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Facebook
Instagram
Twitter
YouTube

© 2023 Todos os direitos reservados

Home
Lista mundial
Doe
Fale conosco