A influência do islamismo

| 29/01/2004 - 00:00


Cerca de 70% da população albanesa compõe a população muçulmana dentro do país, mas a maioria não tem uma postura radical

O Império Otomano entrou na Albânia no século 15 e continuou até o começo do século 20, trazendo consigo a religião islâmica.
Quase toda a populacão albanesa é muçulmana, e maioria destes muçulmanos é bectaxita. Esse grupo e mais tolerante, por exemplo seus fiéis acreditam na crucificão de Jesus. São panteista, isto é, doutrina segundo a qual só o mundo é real, sendo Deus a soma de tudo quanto existe.

Quando o comunismo entrou na Albânia, tentou erradicar toda a religião do país, porém, o povo buscava às escondidas algo que pudesse ajudá-lo, assim, as religiões se freqüentavam num sincretismo, por exemplo, como nas montanhas de Lezhe, todos buscavam cura de doenças através de Shen Nanun, o Santo Antonio. E toda 3a. feira os católicos jejuam em sua devocão.

Espalhando as Boas Novas em meio à cultura islâmica

Cada vez mais o cristianismo ultrapassa as barreiras, resgata vidas para Jesus Cristo e firma presença dentro da Albânia

Logo após a queda do regime comunista em 1990, foi com muito entusiasmo que todo mundo ouviu a pregação do Evangelho, pois havia muito tempo que ninguém ouvia sobre Deus e todos estavam com muita curiosidade. Por quase 28 anos foi totalmente proibido falar sobre Deus na Albânia.

Mas com o tempo os grupos de diferentes religiões começaram a se fortalecer novamente. Assim quem tinha ascendência muçulmana juntou-se aos muçulmanos, quem tinha ascendência ortodoxa juntou-se aos ortodoxos e assim por diante. Porém, muitos muçulmanos voltarem-se para Jesus.

Hoje o islamismo já não tem mais a enorme influência que tinha há alguns anos sobre os albaneses.

As famílias de Lumê e de seu marido, o Sr. Bashkim, são de ascendência muçulmana, mas nem por isso deixaram de renderem-se aos braços do Pai. Quatro das irmãs de Lumê converteram-se a Jesus, além de seus filhos e de seu irmão e marido que estão sendo evangelizados.

Informações cedidas por Nájua Diba, missionária brasileira vinculada à Missão Antioquia
Entrevista a Portas Abertas, dia 17 de novembro de 2003


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

© 2022 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE