Tempos difíceis para os cristãos afegãos

| 28/01/2017 - 00:00


afeganistao-menina-intervalo-escola

Esse ano, o Afeganistão subiu uma posição na Lista Mundial da Perseguição. Em 2016, ocupava o 4º lugar e esse ano ocupa o 3º, permanecendo entre os países que mais perseguem os cristãos no mundo. Infelizmente, o governo ainda não conseguiu enfraquecer os grupos extremistas islâmicos. O risco de violência e a insegurança continuam a fazer parte da história da igreja no país.

O cristianismo não é bem-vindo para essa nação. Nossos irmãos têm enfrentado tempos difíceis e os novos convertidos precisam viver no anonimato para não chamar a atenção sobre a nova fé. No geral, a situação já não é boa nas mais diversas áreas da vida dos afegãos, mas para os cristãos é ainda pior.

O acordo de paz entre a liderança da nação e o Taliban ainda é um desejo que arde nos corações de todos os cidadãos do Afeganistão, e ainda mais nos corações daqueles que seguem a Cristo e que vivem sob um clima tenso e hostil. Sabe-se ainda que é objetivo do atual presidente implantar a lei islâmica sharia no país. Assim, o futuro das minorias religiosas está cada vez mais sombrio. Mesmo assim, ainda há muitos afegãos sedentos por conhecer Jesus. Em suas orações, interceda por eles.

Leia também
Igreja afegã é ameaçada pelo narcotráfico
A esperança da igreja no Afeganistão


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Facebook
Instagram
Twitter
YouTube

© 2022 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE