Tiroteios traumatizam cristãos nas Filipinas

Comunidade cristã surpreende os vizinhos por não revidar a ataques recentes

| 12/07/2022 - 08:00

Parceiros locais ajudam a comunidade com orações e encorajamento

Parceiros locais ajudam a comunidade com orações e encorajamento


Há três anos, em uma pequena vila no Sul das Filipinas, mais de 200 membros de grupos revolucionários ouviram o evangelho e se converteram. Em 2019, a fé da comunidade foi desafiada quando uma tribo vizinha começou um tiroteio contra essa pequena vila. Dois cristãos foram baleados e um deles não resistiu aos ferimentos.


A tradição das tribos nas Filipinas considera normal e justo que a vila revide o ataque, já que um dos membros foi assassinado. No entanto, os recém-convertidos escolheram perdoar e demonstrar a fé em Jesus, surpreendendo os vizinhos.


Em 2022, aconteceu um novo tiroteio na mesma vila. Parceiros locais entrevistaram uma cristã que contou: “Estava fugindo dos agressores e achava que minha filha estava em meus braços. Só percebi que minha menina tinha ficado para trás quando já estava longe, em um abrigo”.


Um homem na mesma vila conhecia a criança e a levou para o abrigo. “Foi uma situação muito difícil. Eu tomo o máximo de cuidado para poder manter meus filhos seguros”, concluiu a mãe.


Lidando com o trauma


Já se passaram três anos desde o primeiro tiroteio, mas a comunidade ainda está traumatizada pelo incidente. Parceiros da Portas Abertas acompanham a situação dos cristãos e ajudam em oração e encorajamento.


Alguns jovens da vila decidiram iniciar um programa de assistência às crianças com jogos, brincadeiras e outras atividades que ajudam os pequenos a lidar com traumas vividos nos tiroteios. A comunidade agradece os parceiros locais da Portas Abertas pelo apoio na proteção dos que precisaram fugir e pelas orações da igreja global.


Ajude cristãos no Sul da Ásia 


Outras comunidades cristãs enfrentam ataques e são pressionadas a abandonarem a fé. Sua
doação permite que elas conheçam seus direitos e sejam treinadas para enfrentar a perseguição.


Pedido de oração

  • Interceda pelos cristãos recém-convertidos. Que eles cresçam no conhecimento do Senhor a cada dia e sejam testemunhas para aqueles que ainda não creem em Jesus.
  • Ore pelos que possuem traumas causados pelos ataques, especialmente os jovens e crianças.
  • Peça a Deus que abençoe as atividades dos parceiros locais. Que eles sejam instrumentos de consolo e renovo para a comunidade.


    Rodapé da Campanha Sul da Ásia: Ajude cristãos na Ásia a conhecer os seus direitos 

Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

© 2022 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE