HISTÓRIA

NOSSA HISTÓRIA

a história da Portas Abertas começou em 1955, quando o Irmão André obedeceu ao chamado de Deus para servir os cristãos perseguidos

A história da Portas Abertas começou em 1955, quando o jovem holandês Anne van der Bijl – para nós, Irmão André – sentiu o chamado de Deus para servir cristãos perseguidos ao ler Apocalipse 3.2a: “Esteja atento! Fortaleça o que resta e que estava para morrer”.

Aos 21 anos, o Irmão André se voluntariou como soldado na Indonésia e, após ser ferido por uma bala, começou a ler a Bíblia e se entregou ao Senhor Jesus. Quando voltou à Holanda, dedicou sua vida à obra missionária.

Em 1953, cursou um seminário em Glasgow, Reino Unido, e dois anos depois, em uma viagem à Polônia, o jovem missionário descobriu a necessidade urgente de Bíblias na igreja detrás da Cortina de Ferro. Em uma das visitas, ouviu de um pastor: “Agradecemos por você estar aqui. Mesmo que você não tivesse falado nada, só o fato de vê-lo já teria significado muito. Algumas vezes sentimos como se estivéssemos sozinhos em nossa luta”.

Assim, no auge da Guerra Fria, uma mala cheia de Bíblias em um Fusca e um coração obediente, deram início ao humilde começo da organização que, hoje, atua em mais de 60 países. “Deus revelou uma necessidade a mim e eu fiz o que pude fazer. Outros se juntaram a mim, o trabalho cresceu e pessoas de outros países começaram a se envolver”, compartilha Irmão André.

A história completa você pode conhecer no livro O Contrabandista de Deus.

“Nossa missão se chama ‘Portas Abertas’ porque cremos que qualquer porta está aberta, a qualquer tempo e em qualquer lugar... para proclamar a Cristo (Apocalipse 3.8)”.

Irmão André


PORTAS ABERTAS NO BRASIL

A história da Portas Abertas no Brasil começou nos anos 1970 com a determinação de uma mulher, a irmã Elmira Pasquini. Ela ficou impactada em saber sobre a perseguição aos cristãos ao ler o livro O Contrabandista de Deus e passou a acompanhar o ministério do irmão André. Ao encontrá-lo na Áustria em 1972, fez o primeiro convite para ele visitar o Brasil. Passaram 5 anos até que o desejo do coração da irmã Elmira se realizasse.

Em 1977, o Irmão André veio ao Brasil e visitou centenas de igrejas. Ofertas espontâneas foram levantadas em prol da Igreja Perseguida durante essas visitas. Ao serem entregues ao Irmão André, ele respondeu que o melhor destino para aquele dinheiro seria começar o escritório da Portas Abertas no Brasil.

Assim, um ano depois, no dia 1º de maio de 1978, era formalizada e instituída a Portas Abertas no Brasil, afiliada da Open Doors International. Durante um bom tempo, a organização funcionou na casa da irmã Elmira. Hoje, com sede em São Paulo, emprega mais de 40 colaboradores, conta com quase 600 voluntários oficiais e mais de 30 mil parceiros.



Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Facebook
Instagram
Twitter
YouTube

© 2023 Todos os direitos reservados

Home
Lista mundial
Doe
Fale conosco