Grupo islâmico exige demolição de cinco igrejas