Asia Bibi vai morar no Canadá

Primeiro-ministro canadense ofereceu asilo à Asia e seu marido e proposta foi aceita pela família

| 01/02/2019 - 00:00

Cristã paquistanesa foi absolvida e irá morar com a família no Canadá

Cristã paquistanesa foi absolvida e irá morar com a família no Canadá


Asia Bibi, uma cristã que passou oito anos no corredor da morte no Paquistão, será recebida em uma pequena cidade do Canadá, onde estará novamente com o marido, as duas filhas e a família que as ajudou e protegeu em Lahore. A localização das filhas de Asia e dos amigos da família deve permanecer secreta ainda, de acordo com um bispo canadense que trabalhou para trazer Asia ao Canadá, informou o semanal The Catholic Register.

“É realmente uma questão de vida ou morte. Há possibilidades de um grupo islâmico militante vir atrás dela aqui”, afirmou o líder cristão. Em 29 de janeiro, a Suprema Corte do Paquistão rejeitou a tentativa final de um novo julgamento para Asia Bibi quanto às acusações de blasfêmia provenientes de uma discussão em 2009 entre Asia e colegas de trabalho. Sob as leis paquistanesas, insultar o profeta Maomé é um crime capital.

John Pontifex, da Ajuda à Igreja que Sofre, disse que foram “quase 10 anos de processo. Desde que foi acusada pela primeira vez, ela nunca hesitou de que a verdade um dia seria provada. Para todos que esperavam vê-la exonerada, ontem foi um dia de celebração. Agora, finalmente, ela pode recuperar sua liberdade e recomeçar sua vida, reunida com a família”.

Com a decisão da corte paquistanesa, o primeiro-ministro canadense Justin Trudeau revelou que o país ofereceu asilo a Asia e ao marido, Ashiq Masih, e que a proposta foi aceita. As filhas do casal, de 18 e 19 anos, já estão no Canadá desde antes do Natal, com uma família amiga, disse o The Catholic Register. Segundo o bispo, se Asia escolher assumir uma nova identidade e se estabelecer em uma localização desconhecida, a mídia deve dar esta oportunidade. O líder pediu ainda para permanecer anônimo, para que possíveis assassinos não procurem por Asia em sua igreja.

Reações no Paquistão
Nos dois meses após a corte paquistanesa tornar sua decisão pública, em 31 de outubro, as filhas de Asia e amigos da família se mudaram três vezes para vários lugares secretos no Paquistão, enquanto seguidores de Khadim Hussain Rizvi os procuravam de casa em casa para matá-los.

O partido de Rizvi, Tehreek-e-Labbaik, questionou a absolvição de outubro. Depois do anúncio que a Suprema Corte paquistanesa absolveu Asia, Rizvi anunciou uma fátua (pronunciamento legal emitido por especialista em lei religiosa) que colocou um preço pela cabeça dos juízes que ouviram o caso, vários ministros do governo e o primeiro-ministro Imran Khan. A polícia paquistanesa e forças de segurança prenderam mais de 3 mil militantes em um esforço de proteger Asia, de acordo com Bhatti.

Leia mais
Absolvição de Asia Bibi é confirmada
Para saber e orar: cinco fatos sobre Asia Bibi
Mídia do Paquistão divulga deslocamentos de Asia Bibi


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Facebook
Instagram
Twitter
YouTube

© 2022 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE