Camarões faz incursão na Nigéria para deter separatistas

Conflito torna ainda mais vulnerável a vida dos cristãos da região, que já têm que enfrentar os ataques do Boko Haram

| 06/03/2018 - 00:00

(Foto representativa por razões de segurança)

(Foto representativa por razões de segurança)


A agência de notícias Reuters informou que forças de segurança do Camarões cruzaram a fronteira com a Nigéria com o objetivo de reprimir a ação de separatistas armados entre os refugiados camaroneses na cidade de Danare, na Nigéria. Breves incursões como essa têm acontecido desde outubro de 2017. Danare é uma cidade que abriga mais de três mil refugiados camaroneses, que fugiram do conflito nas regiões anglofônicas (de fala inglesa).

De acordo com a Reuters, um líder separatista camaronês foi preso em Abuja, na Nigéria, uma semana antes da última incursão, e foi rapidamente deportado ao Camarões. Os rebeldes anglofônicos se opõem ao domínio de falantes de francês na política do país. Eles lutam para criar um estado nacional independente chamado Ambazonia.

Um analista de perseguição da Portas Abertas acredita que a ação dos rebeldes e essas operações cruzando a fronteira só aumentam a tensão na região que, nos últimos anos, tem enfrentado ataques constantes do Boko Haram. O grupo geralmente tem por alvo os cristãos e forças de segurança do governo. “Embora o conflito entre o governo de Camarões e as forças separatistas não tenham um cunho religioso, o acréscimo de uma nova dimensão de conflitos faz com que a vida para os cristãos na região se torne ainda mais difícil”, conclui o analista.

Leia também
Mais de 100 meninas desaparecem após ataque do Boko Haram
Mais 7 mortos em ataques de pastores de cabras fulanis
Estudantes cristãos e muçulmanos entram em choque


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE