Catar completa 51 anos de independência

País que sediará a Copa do Mundo 2022 subiu 11 posições na Lista Mundial da Perseguição 2022

| 03/09/2022 - 08:00

Muitos cristãos foram para o Catar procurando trabalho e vivem sob intensa pressão

Muitos cristãos foram para o Catar procurando trabalho e vivem sob intensa pressão


Em 1971, o Catar se tornou independente do Reino Unido. O pequeno país fica na Península Arábica e é conhecido como o país mais rico do mundo. O Catar será a sede dos jogos da Copa do Mundo 2022, que acontecerão entre novembro e dezembro deste ano. O governo é uma monarquia dominada pela família al-Thani há quase 150 anos. As autoridades enxergam a democracia e o cristianismo como influências do Ocidente, por isso limitam a participação popular no governo e pressionam os cristãos e as igrejas no país. 


A ascensão econômica deve-se ao auge da exploração de petróleo em 1974. Muitos estrangeiros, incluindo cristãos, escolheram ir para o Catar para trabalhar na indústria petrolífera. O país de maioria muçulmana conservadora proíbe evangelismo e não aceita a conversão de muçulmanos ao cristianismo. 
 


Quando um muçulmano decide seguir a Jesus, além de perder o relacionamento com a família, que o considera traidor, torna-se um pária social. Seus documentos e outros registros são restritos por causa da conversão, privando cristãos de diversos direitos. A conversão ao cristianismo
é considerada apostasia e as famílias muçulmanas pressionam para que os convertidos retornem ao islã e não falem sobre a fé em Jesus. Além dos valores do islamismo, normas tribais também são impostas aos cristãos no Catar. 


O Catar subiu 11 posições na
Lista Mundial da Perseguição 2022, alcançando a 18ª posição. A alta pontuação deve-se à grande pressão sobre os cristãos. A prática da fé é vigiada e o compartilhamento de qualquer religião que não seja a muçulmana é proibido. Os cultos só podem ser feitos nas casas ou em alguns poucos locais autorizados pelo governo. Acusados de evangelismo podem ser condenados a dez anos de prisão. 


Pedidos de oração
 

  • Ore pelos cristãos que vivem no Catar para que tenham liberdade para cultuar e se mantenham firmes em Jesus apesar da perseguição. 
  • Interceda pelos familiares de cristãos que deixaram o islamismo, para que respeitem a conversão e também conheçam a maravilhosa graça de Jesus. 
  • Rogue ao Senhor para que, seja durante a Copa do Mundo ou em outras oportunidades, os cristãos possam anunciar as boas novas do evangelho no país. 

Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Facebook
Instagram
Twitter
YouTube

© 2023 Todos os direitos reservados

Home
Lista mundial
Doe
Fale conosco