Cristão acusado pela morte do primo tem casa queimada

| 27/08/2017 - 00:00


27-chade-samuel-e-familia

No Chade, quando alguém se converte e não mais participa dos rituais das crenças locais, é comum ser acusado de bruxaria e conivência com o mal. Então é atacado por isso. Samuel é um cristão do sul do Chade, onde a maioria das pessoas adora animais, plantas, rios, montanhas ou fenômenos da natureza. Recentemente, quando o primo dele morreu (com suspeita de apendicite), a família o culpou pelo problema que estava enfrentando.

Eles, então, queimaram a casa de Samuel e ele perdeu todo o estoque de alimentos, móveis e outros pertences pessoais. O irmão contou a Portas Abertas que ele e a família foram deixados com a roupa do corpo. Mesmo assim, Samuel não carrega rancor no coração. Ao contrário disso, ele diz: “Embora eu continue a receber ameaças da minha família, eu decidi perdoá-los por tudo, completamente”.

O apoio da Portas Abertas tem sido uma fonte de consolo e encorajamento para Samuel. Ele conseguiu reconstruir sua casa e acredita num futuro de paz. “Eu tenho esperança porque sei que nada é impossível para Deus. Mesmo que os homens me abandonem, o Senhor nunca me abandonará. Ele vai me restaurar para sua glória”, afirma.

Pedidos de oração

  • Ore para que a fé de Samuel e de sua família. Que permaneçam firmes, apesar das ameaças e dificuldades.
  • Peça que toda a família siga o caminho da restauração, não só física, mas também material e espiritual.
  • Ore pelos cristãos no Chade que enfrentam perseguição ao se recusar a fazer parte das crenças tradicionais locais.
  • Peça que o Senhor ajude os cristãos a superar qualquer provação que possa surgir e que tenham graça para continuar a viver como testemunhas de Cristo.

Leia também
Jovem se converte ao cristianismo e enfrenta perseguição


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE