De guerrilheiro a pastor: a jornada de Fernando

Fernando abandonou as armas para pregar o evangelho na Colômbia

Portas Abertas • 13 mar 2023


Os ex-companheiros de guerrilha continuam perseguindo o cristão colombiano

Os ex-companheiros de guerrilha continuam perseguindo o cristão colombiano

Fernando (pseudônimo) é um dos homens chamados por Deus para abandonar as armas da guerrilha e abraçar o evangelho. Ele nasceu na área rural da Colômbia, uma região sem empregos, com poucas oportunidades para jovens e educação precária. 


A falta de perspectivas leva muitos jovens a ingressar nos grupos armados em busca de poder e dinheiro para sustentar as famílias. Esse foi o caminho que Fernando seguiu aos 16 anos quando entrou para o principal grupo de guerrilha colombiano, o Autodefensas Unidas de Colômbia (AUC).
 


A
atmosfera de ódio e vingança estava sempre ao redor com disputas e ataques entre as guerrilhas. Fernando já tinha ouvido sobre Jesus durante a infância, mas seu coração estava endurecido pela ira. “Eu trabalhava na roça quando criança. Ali aprendi sobre o amor e o temor a Deus, mas nunca acreditei. Apesar de não seguir a Jesus, eu admirava os cristãos e tinha o desejo de ser como eles quando crescesse”, conta Fernando.    


Uma nova vida
 


Fernando foi preso por causa das atividades ilegais, e foi no cárcere que ele começou a buscar a Deus, orar, ler a Bíblia e ser discipulado. Quando saiu da prisão, estava determinado a ter uma nova vida. Ele sabia que deixar a guerrilha significaria viver em perigo e enfrentar a oposição da comunidade, dos ex-companheiros e também dos familiares que, em muitos casos, não acreditam na conversão.
 


Ainda assim, ele persistiu e há sete anos caminha com Jesus. Hoje, com 37 anos, ele é pastor na cidade de Buenaventura, próximo ao vilarejo onde nasceu. Os ex-companheiros da guerrilha continuam perseguindo o cristão, mas ele tem clareza da missão que lhe foi dada. “Deus me protegeu em todos os momentos. Eu entendo que ele quer que eu permaneça aqui, onde fiz muito mal, para fazer o bem agora. Escolhi anunciar as boas novas do evangelho para cada pessoa que prejudiquei”, conclui Fernando.
 


Ajude pastores ex-guerrilheiros na Colômbia  

 
Seguir a Cristo é desafiador para os que deixam a guerrilha, especialmente quando eles se tornam pastores. Com uma doação, pastores como Fernando podem receber treinamento bíblico para que possam resistir à perseguição.

 

Sobre nós

A Portas Abertas é uma organização cristã internacional e interdenominacional, fundada pelo Irmão André, em 1955. Hoje, atua em mais de 60 países apoiando cristãos perseguidos por causa da fé em Jesus.

Facebook
Instagram
Twitter
YouTube

© 2024 Todos os direitos reservados

Home
Lista mundial
Doe
Fale conosco