Deslocados de Marawi voltam à cidade pela primeira vez

Visita no domingo de Páscoa se seguiu a protestos na Sexta-Feira Santa pelo direito de visitar a cidade devastada

| 05/04/2018 - 00:00

(Foto representativa por razões de segurança)

(Foto representativa por razões de segurança)


O exército filipino libertou a cidade de Marawi, na ilha de Mindanao, no sul das Filipinas, das milícias islâmicas em outubro de 2017. Desde então, no último domingo de Páscoa foi a primeira vez que 7 mil dos 400 mil cidadãos deslocados de Marawi puderam voltar para a cidade e visitar suas casas. Em Mindanao, boa parte da população é cristã.

A visita de domingo se seguiu a um dia de protestos realizados na Sexta-Feira Santa. De acordo com o site cristão de notícias UCA News, milhares de pessoas se reuniram para exigir o direito de visitar a cidade devastada e orar lá. Os manifestantes também alegaram que os deslocados haviam sido maltratados pelo governo.

A cidade de Marawi foi tomada pelo grupo extremista islâmico Maute (afiliado ao Estado Islâmico) em maio de 2017. Continue orando pelos cristãos perseguidos de Marawi, que tiveram que fugir, deixando para trás a cidade totalmente destruída. Ore por investimentos na reconstrução da cidade.

Leia também
Cristãos perseguidos são visitados e amparados
Jihadistas queimam uma igreja
Sul das Filipinas é atacado por extremistas islâmicos


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Facebook
Instagram
Twitter
YouTube

© 2022 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE