Dispostos a enfrentar o perigo

Pastor nigeriano encoraja cristãos a permanecerem firmes mesmo com a possibilidade de novos ataques

| 01/06/2022 - 08:00

O pastor Andrew é o líder da igreja em Guyaku, vila remota que foi alvo de ataque do grupo islâmico Boko Haram

O pastor Andrew é o líder da igreja em Guyaku, vila remota que foi alvo de ataque do grupo islâmico Boko Haram


Em 2015, o grupo extremista Boko Haram atacou violentamente os cristãos da vila remota de Guyaku, na Nigéria, matando muitos e queimando casas. Apenas seis delas não foram danificadas pelo fogo. O pastor Andrew, líder da igreja local, compartilha: “Eu perdi a esperança de nos reunirmos novamente para adorar a Deus já que nossa igreja foi destruída”.  


Ele conta que o tesoureiro da igreja correu até sua casa na noite do ataque e disse: “O Boko Haram está atacando Guyaku!”. Quando o pastor Andrew saiu, havia diversas casas em chamas. “O fogo consumia a vila inteira. Nós corremos para salvar nossas vidas, indo nos esconder nas montanhas”, disse.


Enquanto fugiam, o pastor sussurrou uma oração. “Minha oração era que Deus fortalecesse a fé dos membros da igreja. Mesmo se fossem sequestrados, que não negassem a Cristo, mas ficassem firmes na fé”, contou. Muitos cristãos se esconderam em cavernas e esperaram, orando para que seus entes queridos sobrevivessem. De manhã, todos deixaram os esconderijos com cuidado e tentaram localizar os familiares.


Destruição completa

Porém, ao entrar novamente em Guyaku, a cena era devastadora. O cheiro forte de fumaça pairava no ar e as casas continuavam em brasa. Militantes do Boko Haram haviam roubado as posses deles e, o que não conseguiram levar, simplesmente queimaram. “A perseguição era tanta que achei que nunca nos reuniríamos novamente para adorar na igreja. Afinal de contas, perdemos tudo”, explica o pastor Andrew.


O pastor e outros líderes de igrejas encorajavam as pessoas a confiar no Senhor e reconstruir suas casas para permanecer em Guyaku. Apesar disso, muitos cristãos, então desabrigados, fugiram para cidades próximas. Com o tempo, conforme os cristãos que restaram começaram a reconstruir suas casas, outros voltaram. Foi quando pastor Andrew entendeu que era tempo de se reunir novamente. “Eu chamei a atenção de alguns membros da igreja e nós trouxemos materiais para construir um lugar de adoração.” E foi sob aquela estrutura improvisada que Deus ressuscitou a igreja.


Socorro para cristãos atingidos pela violência

A parceria com igrejas locais na região permite que a Portas Abertas responda rapidamente às emergências. Além disso, suprimos as necessidades básicas e ajudamos na reconstrução de igrejas atacadas. Sua doação oferece socorro a cristãos na Nigéria e Oeste Africano atingidos pela violência.



Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

© 2022 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE