Estado de Karnakata adere à lei anticonversão na Índia

Governador do estado aprovou o decreto em maio com punições severas aos cristãos

| 09/06/2022 - 08:00

As acusações contra cristãos são baseadas em falsas denúncias de conversão em massa de hindus

As acusações contra cristãos são baseadas em falsas denúncias de conversão em massa de hindus


No dia 17 de maio, o governador do estado de Karnataka assinou um decreto que afeta o Estatuto de Proteção à Liberdade de Religião aprovado em dezembro pela assembleia estadual.  


A lei que proíbe conversões do hinduísmo não tinha ido adiante porque as esferas legislativas inferiores suspenderam a discussão. No entanto, o governador do estado decidiu aprová-la e deu seis meses para o conselho analisar a lei. 
 


"Eu não sei por que o governo de Karnataka tem tanta pressa. Ele deveria promulgar leis que promovessem o desenvolvimento econômico ou que gerassem emprego para os jovens”, disse um membro do Congresso Nacional da Índia.
 


Ataques e difamação
 


Cristãos ficaram preocupados com a decisão, já que
os ataques têm aumentado no país. “A hostilidade aumentou desde que o governo estadual pressionou a aprovação dessa lei com falsas informações e discursos incitando a violência e a discriminação dos cristãos“, disse um parceiro local da Portas Abertas. 


Pouco antes da aprovação da lei, líderes cristãos se encontraram com o governador e imploraram que ele não assinasse o decreto.
Leis anticonversão foram aprovadas em dez estados da Índia, mas as punições prescritas pela lei de Karnataka são mais severas do que as outras.

Grupos nacionalistas hindus acusam cristãos de impor a conversão de hindus e dalits e usam isso como pretexto para atacar cristãos. Os ataques se baseiam em falsas informações de conversões em massa de hindus, mas não há dados que sustentem essa narrativa. Em Karnataka, menos de 2% da população é cristã, de acordo com o censo de 2011 na Índia, e o número permanece estável. 


Cristãos em Karnakata
 


"Nacionalistas hindus fizeram um alvoroço e ameaçaram a comunidade cristã. Pastores foram atacados e acusados de seduzir pessoas a se tornaram cristãs. Cultos são chamados pejorativamente de ‘colheita de conversões’. Enquanto isso, eventos de reconversão em massa, como o
gharwapsi, procuram atrair pessoas de volta para o hinduísmo. Cristãos vivem sob a nuvem de medo com os ataques e as falsas acusações. Alguns foram marginalizados em suas comunidades, e as igrejas foram vandalizadas e forçadas a fechar”, disse um pastor local. 


Prepare pastores e líderes na Índia 


Mesmo nos estados sem leis anticonversão, os cristãos são malvistos e vivem sob a pressão e a violência dos extremistas hindus na Índia. Sua
doação ajuda a formar cristãos preparados para viver e anunciar as boas novas ainda que sob perseguição. 



Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

© 2022 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE