Explosão deixa feridos em Uganda

Membros de um grupo extremista foram responsáveis pelo ataque

| 28/10/2021 - 16:00

Essa é a terceira explosão realizada por grupos extremistas nos últimos dias (foto: VoaNews)

Essa é a terceira explosão realizada por grupos extremistas nos últimos dias (foto: VoaNews)


No dia 25 de outubro, uma explosão atingiu um ônibus em movimento em Uganda. O ataque foi realizado por um homem-bomba, identificado como Isac Matovo. Ele era membro das Forças Democráticas Aliadas (ADF), um grupo militante islâmico ligado ao Estado Islâmico e mais ativo na província de Kivu do Norte da República Democrática do Congo. Ele foi o único que morreu, mas o passageiro sentado atrás dele ficou gravemente ferido. Os outros 50 passageiros não sofreram ferimentos graves. 

 
O ônibus estava viajando da capital de Uganda, Kampala, para Bushenyi, uma cidade a cerca de 300 km a oeste da capital. O policial Thomas Kiguli, que estava entre os passageiros, contou a um portal de notícias local como aconteceu o incidente. "Quando chegamos a um lugar chamado Lungala, no distrito de Mpigi, uma explosão ocorreu no meio do ônibus. Todos nós nos esforçamos para sair. A maioria de nós saiu pelas janelas", disse Kiguli a repórteres. 

 
De acordo com a polícia, os rebeldes da ADF também são responsáveis por duas explosões que abalaram o país desde sábado. Uma bomba explodiu em um restaurante nos arredores de Kampala no sábado, matando uma pessoa e ferindo três. Os dois ataques ocorreram poucos dias depois que o Reino Unido avisou que terroristas estavam prestes a atacar em Uganda. 

 
Desde o início do ano, a ADF expandiu as atividades, passando de Kivu do Norte para a vizinha província de Ituri, apesar do estado de calamidade estabelecido pelo governo. Em março, os Estados Unidos ligaram oficialmente a ADF ao grupo Estado Islâmico. De acordo com a igreja da República Democrática do Congo, a ADF matou cerca de 6.000 civis desde 2013. A polícia chamou o ataque de sábado de "ato de terror doméstico" e o Estado Islâmico mais tarde reivindicou a responsabilidade. 

 

Pedidos de oração 

  • Apresente em oração a situação de Uganda e peça para Cristo trazer paz à região e sabedoria para as autoridades locais lidarem com o assunto.  
  • Clame pelos membros dos grupos extremistas, para que conheçam a palavra de Deus e tenham a vida transformada pelo evangelho. 
  • Ore pelos cristãos do país, para que permaneçam firmes na fé, mesmo em meio aos ataques de grupos extremistas na região.  

Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE