Vitória no julgamento do pastor Rohit Ranjan

| 14/09/2007 - 00:00


O pastor Rohit Ranjan foi declarado inocente e absolvido de todas as acusações na Corte de Kanker na última quarta-feira, dia 12 de setembro. Não se sabia se o juiz conseguiria chegar a um veredicto justo devido à imensa pressão feita por extremistas hindus pela condenação do cristão.

Um colaborador da Portas Abertas conseguiu falar com o pastor após o anúncio do veredicto. Cheio de gratidão, Rohit Ranjan mandou um recado para os parceiros da missão em todo o mundo: "Tudo isso não teria sido possível sem o apoio de vocês”.

“Este é o resultado de todas as orações intercessórias por um julgamento justo e hoje, por Deus, eu sou um homem livre. Que Deus continue abençoando-os e continue a usar este ministério poderosamente."

Em junho de 2005, o pastor Rohit foi acusado de homicídio culposo, por forçar abortos e promover estupros em série. Uma cristã, Sanjila, também foi acusada de ser sua cúmplice. Ela foi detida e presa por três meses, até que lhe deram o direito de pagar uma fiança e ser solta (leia mais sobre o caso).

Desde então houve muita tensão e ameaças. E o caso sofreu inúmeros retrocessos. Em algumas ocasiões pensava-se que o pastor poderia ser condenado à prisão perpétua.

Cada visita ao tribunal era difícil por causa da presença de extremistas hostis, que não só intimidavam as testemunhas como também tinham funcionários do judiciário envolvidos no caso, monitorando cada fase.

Finalmente o caso foi encerrado depois do anúncio do veredicto. O pastor Rohit passou nove meses e 13 dias em uma prisão em Kanker, Chhattisgarh. E foi libertado sob fiança no dia 27 de novembro de 2006.

Em diversas oportunidades o pastor Rohit Ranjan foi ameaçado e ridicularizado por extremistas.

Esforço conjunto

A Portas Abertas Índia procurou vários advogados fora da cidade, e pagou pela assessoria deles, para entender o melhor modo de defesa neste caso.

Além disso, contatos da Portas Abertas em Estados diferentes na Índia ofereceram ajuda de várias maneiras. Alguns proveram abrigo quando foi necessário. Outro contato ajudou a pressionar o Ministério da Justiça na busca de provas factíveis.

Ao representante da Portas Abetas, especialmente designado para ajudá-lo, ele disse: “Você esteve comigo desde o princípio até o fim. Até mesmo quando outros retrocederam e deixaram de me amar, você continuou acreditando em minha inocência”.

O pastor Rohit participou de um seminário Permanecendo Firme Através da Tempestade. Lá, ele foi fortalecido pela Palavra de Deus e desafiado a permanecer firme em sua fé, sem se importar com a situação.

Segundo o pastor, o presente mais memorável e bonito que ele apreciará por todos os dias de sua vida é o apoio dos irmãos através de centenas de cartas e cartões de encorajamento, enviadas de todo o mundo para ele por parceiros da Portas Abertas.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE