Pauline agradece as orações

| 01/10/2008 - 00:00


“Nunca me esquecerei de suas orações por mim e pela minha família. Eu pude senti-las, e elas tocaram meu coração de maneira poderosa. Elas me encheram de força e capacidade para suportar aquele terrível acontecimento. Suas orações por mim são como uma bengala que me ajuda a andar e a manter o equilíbrio aonde quer que eu vá.

O Senhor disse: ‘Aquele que crê em mim ainda que morra, viverá’. Rami está vivo, Jesus está vivo. Oro para que o Senhor abençoe a vida de vocês e os atraia para mais perto dele. Que Ele os use para sua glória, ainda mais do que antes.”

Essas foram as palavras de agradecimento de Pauline Ayyad, Palestina. Seu marido, Rami, morreu em um atentado a bomba em outubro de 2007 (veja mais).

A Portas Abertas lançou uma campanha de cartas para Pauline e sua família. A campanha se encerrou ontem, 30 de setembro.

Mantenha Pauline e sua família em suas orações. Desde a morte de Rami, gerente da livraria da Sociedade Bíblica em Gaza, a situação dos cristãos em Gaza não melhorou. A livraria continua fechada (depois de dois ataques a bomba) e a maioria de seus funcionários deixou Gaza por tempo indeterminado.


 


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE