Igreja pega fogo e provoca a morte de 41 pessoas no Egito

Autoridades acreditam em acidente, mas cristãos locais temem ser um ataque

| 20/08/2022 - 08:00

Igrejas egípcias costumam ser atacadas no Egito (foto representativa)

Igrejas egípcias costumam ser atacadas no Egito (foto representativa)


Na manhã do último domingo, 14 de agosto, a Igreja Ortodoxa de Abu-Sefin no distrito de Cairo, Egito, pegou fogo. Na ocasião, 41 pessoas morreram e 14 foram feridas. A missa estava em andamento quando os cristãos locais perceberam os sinais de fogo.

Homens, mulheres e crianças ficaram assustados e correram para escapar das labaredas. O resultado do tumulto foi a morte de 41 cristãos e ferimento de outros 14, que foram levados para tratamento no hospital local.

Autoridades acreditam que o incêndio foi um acidente, entretanto os cristãos que vivem no distrito temem seja um ataque. Por isso, pedem oração para que a verdade seja revelada. Além disso, interceda pelo consolo das famílias que perderam entes queridos e tiveram um de seus membros machucados. Clame também pelas igrejas no Egito que enfrentam forte pressão e violência de extremistas islâmicos.

Violência e impunidade constantes

O Egito ocupa a 20ª posição da Lista Mundial da Perseguição 2022 por causa da ação de muçulmanos radicais. A negligência das autoridades em resolver casos de ataques contra cristãos também contribuem para que os agressores permaneçam impunes e encorajados a perseguir os seguidores de Jesus.

No final de julho, pai e filho cristãos foram esfaqueados em Gizé, ambos sobreviveram, mas ficaram com a marca da perseguição no corpo e nas lembranças. Anteriormente, a loja que eles possuíam já foi invadida e saqueada por muçulmanos radicais.

O agressor Ahmad Mohamed Salah foi detido, mas pode ser solto logo, pois a família alegou que ele tem problemas mentais. Essa é uma tática comum para que os fanáticos religiosos recebam anistia da justiça egípcia.


De acordo com testemunhas, o agressor é integrante do grupo radical Islamist Muslim Brotherhhod (Irmandade Muçulmana), um movimento que persegue cristãos de diversas formas.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

© 2022 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE