Inimigos do Estado

Cristão indiano se mantém fiel a Cristo mesmo em meio à perseguição que vem do Estado

| 01/07/2022 - 08:00

Parceiro local da Portas Abertas ora junto com Sudeep, pastor perseguido na Índia que participou de treinamento de preparação para a perseguição

Parceiro local da Portas Abertas ora junto com Sudeep, pastor perseguido na Índia que participou de treinamento de preparação para a perseguição


Sudeep vem de uma vila remota na Índia Central. Ele nasceu em uma família pobre e a educação dele foi extremamente limitada, já que a família sobrevivia com um salário mínimo recebido pelo pai. Ao chegar à adolescência, o pai morreu, deixando a família desamparada ao ponto de quase morrer de fome. Com isso, Sudeep teve que desistir dos estudos e passou a trabalhar como sapateiro em uma cidade próxima para ajudar a família.

Ele casou e teve dois filhos. Nesse momento, a vida dele parecia resolvida, porém, a esposa de Sudeep foi atingida por uma doença crônica. Ela sofria de dores em todas as juntas, o que tornava impossível viver de forma normal. Ansiosos, eles buscaram a orientação de médicos e homens religiosos, chegando a visitar até mesmo feiticeiros locais, mas nada impedia as dores, que aumentaram tanto ao ponto de se tornarem insuportáveis para ela.


Sudeep contou: “Uma vez, fomos a um feiticeiro que me pediu uma grande soma de dinheiro. Eu não podia bancar aquilo. Eu mal ganhava 20 dólares por mês na época. Eu estava tão frustrado com promessas vazias que decidi não procurar mais por tratamento”. Nessa época, um missionário falou para ele sobre a cura por meio de Jesus. Ele riu do missionário e disse: “Esse Jesus que foi crucificado em uma cruz não pôde salvar a si mesmo. Como ele vai salvar minha esposa?”.


A irmã de Sudeep, que tinha vindo à fé no mesmo período ao ouvir de Jesus por um amigo, estava muito interessada em apresentar Jesus à família. Por causa da relutância de Sudeep em discutir sobre o cristianismo, ela levou a cunhada sem a permissão dele para uma igreja. Sudeep disse: “Depois de ir à igreja algumas vezes, minha esposa percebeu que estava completamente curada da dor. A dor diminuía a cada vez que ela ia. Naquele dia, as pessoas da congregação me chamaram para ir à igreja sem me contar sobre a cura. Quando cheguei, o pastor falava sobre arrependimento. Ele disse que se alguém se sentia culpado pelo que tinha feito de errado, aquela era a hora de se arrepender. Eu fechei meus olhos e, quando a oração começou, experimentei algo extraordinário. Eu comecei a chorar e tremer sozinho. Eu me arrependi. Quando a oração acabou, vi minha esposa em pé e sorrindo, totalmente curada e renovada. Naquele momento, decidi dar minha vida ao Senhor e servi-lo”.


Amor pelos triunfos de Cristo

Durante mais de um ano, Sudeep participou de um curso bíblico e então começou a servir ao Senhor. No começo, ele não enfrentou problemas, mas depois passou a lidar com certa oposição. Ele compartilhou: “Depois de dois anos de ministério, sempre que eu conduzia qualquer encontro, algum oficial do governo participava do encontro e me vigiava. Uma vez, cerca de cinquenta veículos cheios de policiais, jornalistas e extremistas de destaque vieram ao local onde estávamos reunidos. Eles levaram muitos cristãos à delegacia, mas eu não fui levado. Registraram um caso falso contra eles e os prenderam.

“Quando fui pagar a fiança, rejeitaram meu pedido. Fiquei chateado e informei a eles que teriam que me prender também junto com os outros cristãos. Ao ouvirem isso, ficaram bravos e registraram as mesmas acusações para mim. Após 12 horas, liberaram todos, mas continuaram me incomodando diariamente. Forçavam sua entrada no culto e me empurraram para dentro da viatura, me trancando diversas vezes em uma cela por longas horas. Enquanto preso, me ameaçavam severamente e tentavam me forçar a abandonar a fé e parar de pregar.


“A prisão estava em um péssimo estado. Era um quarto sombrio e escuro onde os criminosos faziam as necessidades fisiológicas em um canto. O lugar não tinha janelas, ventilação ou luz. Tudo isso durante o quente e úmido mês de junho, onde a temperatura é acima de 35° na maior parte do tempo”.

A continuação da história de Sudeep será publicada na próxima semana. 


Sul da Ásia

Muitos cristãos na Índia e outros países do Sul da Ásia são perseguidos pelo Estado, enfrentando pressão das autoridades locais ou até mesmo sendo presos, como Sudeep. Por isso, é tão importante que conheçam seus direitos como cidadãos. Com uma doação, você proporciona que cristãos perseguidos na região recebam treinamento para enfrentar a perseguição.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

© 2022 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE