Marido perde esposa em ataque de Páscoa, mas encontra Jesus

Prashanth luta para criar os filhos nos caminhos do Senhor no Sri Lanka

Em períodos como Páscoa e Natal, os cristãos que vivem nos países da Lista Mundial da Perseguição 2021 estão mais vulneráveis a ataques. Muitos extremistas aproveitam que os seguidores estarão reunidos para punir o maior número de “infiéis” possível. Em 2019, no dia 21 de abril, 259 pessoas foram mortas e outras 500 ficaram feridas com as explosões de cinco bombas, nas cidades de Colombo, Negombo e Batticaloa, no Sri Lanka.

Girija foi uma das cristãs que perderam a vida no incidente. Ela era a primeira convertida da família e frequentava regularmente a Zion Church em Batticaloa. Porém, o marido Prashanth, não tinha a mesma fé da esposa, até perdê-la no ataque.

Ele queria descobrir quem era o salvador da esposa que ela amava tanto. Todas as noites, a filha costumava ler a Bíblia para Prashanth e ele passou a frequentar a igreja também. “Um dia antes de morrer, ela me implorou para ir à igreja com ela. Mas eu não fui. Agora, quando vou à igreja, sempre lembro disso”, lamenta.  

Antes do ataque, Prashanth costumava trabalhar como pedreiro e por isso passava longas horas fora de casa. Mas com a morte da esposa, o cristão entendeu que deveria se dedicar mais ao cuidado e à educação dos filhos. Por isso, a Portas Abertas ajudou o cristão a comprar um tuk-tuk.

Agora ele pode fazer o próprio horário no táxi de três rodas e tem mais tempo para estar com os filhos. “Foi uma grande bênção para nossa família e o que ganho é suficiente para atender às nossas necessidades”, conclui.

Seja #Um Com Eles

Assim como Prashanth perdeu a esposa e precisou ressignificar toda a vida após um ataque de Páscoa, muitos cristãos de países como o Egito também precisam de ajuda para superar tanto o trauma da ausência de um ente querido, como para recomeçar a vida após o luto. Doe e seja a resposta da oração de um irmão na fé.

Pedidos de oração