Mulheres cristãs são forçadas ao divórcio no Laos

Comunidade, autoridades e as próprias famílias perseguem as cristãs

Portas Abertas • 22 out 2023


Os maridos não aceitam a conversão delas ao cristianismo (foto representativa)

Os maridos não aceitam a conversão delas ao cristianismo (foto representativa)

Apesar da existência de leis que protegem as mulheres no Laos, na área rural do país, elas são tratadas com inferioridade e enfrentam muitas restrições sociais, especialmente as cristãs.  


As mulheres que decidem seguir a Jesus
são discriminadas pela comunidade, pelos líderes locais e também pela própria família, incluindo marido e filhos. Tudo porque elas creem em Jesus e se recusam a abandoná-lo.  


Curada milagrosamente
 


A cristã Lana (pseudônimo) é uma dessas vítimas. Ela tem 27 anos e é mãe de duas crianças, uma de seis e outra de três anos. Ela conheceu a Jesus ao ser curada milagrosamente de uma doença grave.
 


Inicialmente, o marido não se opunha à fé da esposa, mas desde que os pais e os irmãos deles começaram a pressionar a família, ele virou as costas para Lana. Por não abandonar a fé, ela foi expulsa da casa dos cunhados.
 


Forçada ao divórcio
 


Uma semana depois, o marido se divorciou dela, apesar de não ser a vontade de Lana. Ele também tomou os filhos e a proibiu de vê-los até que o divórcio fosse processado.   
 


Após alguns dias na casa do pastor da igreja doméstica que ela frequentava, o marido de Lana pediu que ela voltasse para casa. Mas, há alguns dias, parceiros locais receberam uma ligação da cristã. “Ela disse que o marido está ainda mais irado com ela. Ele voltou a pressioná-la para renunciar à fé. Ore por ela”, eles pediram.
 


Além de Lana, outras duas cristãs foram vítimas recentes de perseguição com histórias semelhantes. Acompanhe nossas notícias para ver os outros testemunhos.
 


[Essa notícia continua] 


Pedidos de oração
 

  • Peça a Deus que conceda o sustento necessário para que cristãs abandonadas pela família, como Lana, possam sobreviver.  
  • Interceda pelos líderes cristãos no Laos para que tenham os recursos necessários para socorrer as vítimas da perseguição e conduzir a igreja com maturidade e coragem.  
  • Ore pelos maridos e toda a comunidade que perseguem cristãs no Laos para que conheçam a graça salvadora de Cristo e sejam salvos.  

Sobre nós

A Portas Abertas é uma organização cristã internacional e interdenominacional, fundada pelo Irmão André, em 1955. Hoje, atua em mais de 60 países apoiando cristãos perseguidos por causa da fé em Jesus.

Facebook
Instagram
Twitter
YouTube

© 2024 Todos os direitos reservados

Home
Lista mundial
Doe
Fale conosco