Nenhum extremismo favorece a liberdade religiosa

| 15/06/2016 - 00:00


15-tajiquistao-0250100556.jpg

O Tajiquistão está vivendo um momento delicado no que diz respeito à liberdade religiosa e o governo está impondo cada vez mais restrições à população, principalmente aos cristãos. A liberdade de imprensa também está comprometida e a imposição do islã é algo cada vez mais incisivo por parte do governo. O país que ocupava a 45ª posição na Classificação da Perseguição Religiosa, no ano passado, agora passou a ocupar a 31ª e isso significa um grande aumento da hostilidade à igreja no país.

Todas as propostas de emenda à Constituição, mudanças nas leis e o próprio período das eleições influenciaram muito para esse cenário. Relatórios da Portas Abertas indicam que uma nova dinastia foi estabelecida nessa nação. O atual presidente, Emomali Sharipovich Rahmonov, terá poder vitalício e, pelo menos dois de seus filhos vão desempenhar um papel proeminente no futuro político do país e a liberdade de religião vai diminuir a cada dia. Para os cristãos, isso significa que o Tajiquistão terá suas portas fechadas para aqueles que querem seguir os passos de Jesus.

Por outro lado, na Tunísia (32º país da atual Classificação), o político Rachid Ghannouchi, o co-fundador do Movimento Ennahda e também seu líder intelectual, propõe uma política islâmica mais moderada, ou seja, os tunisianos podem caminhar para uma linha mais secular, o que não significa nenhum avanço para o cristianismo nesse país, se adotarem um secularismo radical, que não aceita religião e dá margem a uma sociedade descrente, que apoia leis que, de igual forma, podem prejudicar os cristãos. Mas se houver desprendimento de religiosidade e ainda algum equilíbrio político, então o caminho pode se abrir e favorecer aos cristãos. Vamos orar para que isso aconteça.

Leia também
Restrições à liberdade religiosa continuam
Polícia fecha um Centro de Reabilitação para mulheres cristãs
Perseguição religiosa se intensifica no Tajiquistão


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Facebook
Instagram
Twitter
YouTube

© 2022 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE