No Dia da Independência, continue a orar pela Malásia

A nação completa 64 anos de independência, mas ainda há perseguição aos cristãos no país

| 31/08/2021 - 06:00

A família do pastor Koh, sequestrado há quatro anos, pode ser apoiada através das cartas de cristãos

A família do pastor Koh, sequestrado há quatro anos, pode ser apoiada através das cartas de cristãos


Hoje, 31 de agosto, a Malásia completa 64 anos desde sua independência do Reino Unido. Desde quando foi descoberta, em 1852, o território foi uma colônia britânica. Entre 1942 e 1945, ela foi ocupada pelo Japão. Em 1948, o Reino Unido formou a Federação Malaia, que proclamou a independência na nação em 1957.   

 
Na Malásia, o governo monitora igrejas e considera ilegal o compartilhamento do evangelho com muçulmanos locais. Convertidos do islamismo ao cristianismo experimentam a maior perseguição, já que todos os malaios étnicos devem se manter seguidores de Maomé. Esses cristãos são forçados a esconder a fé e se forem descobertos, podem enfrentar rejeição da família e da comunidade. Quem deixa o islã não está apenas desobedecendo a Constituição da Malásia, também está afrontando a sociedade em geral — o que coloca os cristãos contra os próprios familiares e vizinhos.    

 
Não podemos nos esquecer de Raymond Koh 

Quando falamos sobre os cristãos na Malásia, não podemos deixar de lembrar do pastor Koh. Em fevereiro de 2017, o pastor Raymond Koh foi sequestrado enquanto dirigia em uma estrada movimentada na cidade de Petaling Jaya e permanece desaparecido. O líder foi tirado do carro e levado por pelo menos 15 homens mascarados, em plena luz do dia. 

 
Seu paradeiro ainda é desconhecido e, de acordo com as conclusões da Comissão de Direitos Humanos do país, o braço especial da polícia da Malásia estava envolvido no sequestro. Quatro anos se passaram e a família continua sem respostas. A esposa, Susanna, enfrenta ameaças para deixar o caso do marido de lado, mas continua lutando por justiça, movendo processos contra a polícia e o governo. Os filhos do casal, Elizabeth, Esther e Jonathan, também acompanham essa longa jornada de luta e buscas por respostas. 

 
Ofereça apoio à família Koh 

Desde o sequestro, a Portas Abertas tem apoiado a família Koh e convidamos você a continuar encorajando a família pela busca por respostas. Por meio da oração e do envio de um cartão, você leva esperança à família e mostra que ela não foi esquecida. Leia as instruções sobre o envio dos cartões e prepare sua mensagem! 


Pedidos de oração
 

  • No Dia da Independência da Malásia, ore para que a paz alcance o país e que todos os habitantes sejam impactados pelo amor de Cristo. 
  • Interceda para que a população seja transformada pela leitura da Bíblia e pelo relacionamento com Jesus. 
  • Continue orando pelo pastor Raymond Koh. Peça para que Deus dê paz e coragem para a família continuar procurando respostas sobre o desaparecimento do líder cristão.  

Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE