Pastores são agredidos durante culto de libertação

| 26/10/2005 - 00:00


No dia 14 de outubro, oito extremistas locais atacaram pastores e destruíram equipamentos em um evento Pentecostal sobre cura, com 500 pessoas participantes em Nova Déli. Seis pastores sofreram ferimentos no ataque.

O ataque ocorreu no "Festival da Cura", da Igreja Pentecostal Indiana Pentecostal, realizada no saguão de casamentos do Palácio Khushi, em Dayal Pur, no bairro nordeste de Nova Déli. No evento, orações eram realizadas pela cura de enfermos.

"Por volta das 15 horas, cinco pessoas assaltaram o palco, enquanto estávamos liderando o louvor e a adoração", disse um dos pastores, que solicitou anonimato. "Eles mandaram que interrompêssemos a reunião. E, antes que nós pudéssemos entender o que estava acontecendo, um dos agressores roubou o microfone da minha mão e gritou: Bharat mata ki jai ".

Os hindus extremistas danificaram o sistema de comunicação público e as baterias. Então, eles apanharam as cadeiras e usavam-nas para bater nos cristãos, disse ele.

Três pessoas que estavam quietas na reunião faziam parte do grupo violento. Eles se uniram aos cinco extremistas quando iniciaram o ataque.

"Os agressores atacaram o ministrante principal pastor K.Y. Babu na cabeça - sua camisa branca ficou vermelha de sangue", disse o pastor. "Eles bateram no pastor Justin na testa e perto dos olhos. Sua testa e olhos incharam imediatamente".

Mais quatro pastores - K. Varghese, George Wilson, Victor Masih e Robin Masih (o organizador do programa) - tiveram ferimentos.

Os extremistas também roubaram um telefone celular, um relógio de pulso e uma máquina fotográfica do pastor Babu. Eles também tentaram roubar um telefone celular de Robin Masih, mas o telefone caiu e quebrou.

Enquanto os extremistas estavam tentando fugir, alguns cristãos que estavam participando do encontro apanharam um deles, Chandra Bhan, um residente do bairro vizinho de Kamal Vihar, na área de Karaval Nagar.

Quando a polícia chegou, eles levaram, às pressas, os pastores feridos para o Hospital Guru Teg Bahadur, em Dilshad Garden. O pastor Babu recebeu 10 pontos na cabeça; outros receberam primeiros socorros básicos.

A polícia então levou os pastores e Bhan para a delegacia de polícia de Gokal Puri.

"Havia mais de 300 pessoas e dois políticos locais que pertencem ao Partido Bhartiya Janata , o senhor Mohan Singh Bisht e o senhor Mehek Singh, na delegacia de polícia", disse o pastor. "Algumas pessoas na multidão nos advertiram para não realizarmos nenhum outro encontro no futuro".

Dentro da delegacia de polícia, o senhor Bisht do PBJ pediu às vítimas que chegassem a um acordo, em vez de registrar uma ocorrência policial formal. "Quando lhe perguntamos a respeito dos danos feitos aos nossos equipamentos e dos ferimentos feitos aos pastores, ele respondeu: Vocês estão inflamando o fogo.". O pastor disse: "Vendo tal multidão, não tivemos outra opção além de nos curvarmos à exigência de um acordo".

Apesar da séria natureza do ataque, a polícia escolheu não registrar a queixa. Todos os agressores, incluindo Bhan, permanecem livres até o momento.

O "acordo" não incluía nenhuma compensação pelos danos aos equipamentos e a recuperação do equipamento roubado.

Quando Compass falou com o oficial da delegacia de polícia de Gokal Puri o senhor Bakshi Ram, ele se recusou a comentar o incidente. "Converse com meus superiores", disse ele.

R.L. Meena, delegado de polícia (distrito nordeste), não estava disponível para declarações.

Um outro delegado da polícia, D.C. Srivastava, disse que não soube de nada sobre o incidente. Disse que daria os detalhes sobre o caso após conversar com os oficiais.

A situação continua, com os pastores ainda temendo por suas vidas. O culto de adoração de domingo, 16 de outubro, aconteceu em meio à segurança policial.

Em 2004, alguns extremistas não-identificados haviam ameaçado Robin Masih, advertindo-o para não orar por pessoas ou realizar qualquer programa público.

Nova Déli tem sido governada pelo Partido do Congresso desde dezembro de 1998, com Sheila Dikshit como a ministra chefe do estado.

Conforme o censo de 2001, há somente 130.319 cristãos, em uma população total de 13.8 milhões em Nova Déli.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE