Sentença do pastor Cai é mantida em segundo julgamento

| 28/12/2005 - 00:00


O veredicto do segundo julgamento do pastor Cai continua a exigir que ele cumpra uma sentença de três anos de prisão.

Na terça-feira, a Corte Popular de Haidian decretou que o pastor Cai Zhuohua mantinha um comércio ilegal com a ajuda de sua esposa, Xiao Yunfei, e seu cunhado Xiao Gaowen. Os dois também foram sentenciados à prisão e multados por seu envolvimento.

O pastor de igrejas domésticas continuou a ser acusado de "usar cópias de livros obtidos por terceiros ou materiais baixados da internet" para iniciar a publicação e a impressão ilegal de mais de 200 mil volumes, recebendo dinheiro pelos livros.

"Essa corte acredita que o réu Cai Zhuohua, junto com os acusados Xiao Yunfei e Xiao Gaowen, está engajado de forma ilegal no comércio de publicação, impressão e reprodução de livros. Ela também crê que isso perturba a ordem do mercado, que as circunstâncias são particularmente severas e que o comportamento de cada um constitui o crime de operar ilegalmente um comércio e, portanto, deve ser punido", leu-se no veredicto.

A segunda decisão foi dada apesar das afirmações de que os três réus imprimiam os livros não em busca de lucros pessoais, mas que os fundos usados para a impressão vinham de anos de trabalho. Além disso, os livros seriam apenas para uso interno.

Os acusados têm 10 dias para apelar.

Pastor Cai está cumprindo agora sua sentença de três anos no centro de detenção de Haidian.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Facebook
Instagram
Twitter
YouTube

© 2022 Todos os direitos reservados

Home
Lista mundial
Doe
Fale conosco