Campanha de oração pelas eleições presidenciais na Nigéria

| 26/01/2007 - 00:00


Em 21 de abril acontecerão as eleições presidenciais da Nigéria. Com o país claramente dividido entre o norte dominado por muçulmanos e o sul que se auto-afirma cristão, uma das questões mais importantes em relação às eleições é se o presidente será um muçulmano do norte ou um cristão do sul. A maioria dos presidentes tem vindo do norte, mas o atual, Olusegun Obasanjo, é um cristão do sul.

Para os muçulmanos, é de suma importância que o governo retorne para o norte do país. Os últimos oito anos sob o controle de Olusegun Obasanjo são vistos pelos muçulmanos como uma perda, já que eles foram privados de posições-chaves. Para eles, é crucial para o avanço do islamismo na Nigeria que um muçulmano se torne presidente.

As eleições preliminares, feitas em todos os partidos, tiveram como resultado os islâmicos do norte emergindo como candidatos. Mohammed Buhari, que se auto-intitula um cruzado islâmico, é o candidato do Partido Popular de Toda a Nigéria e Umar Musa Yaradua é o candidato do Partido Democrático Popular.

Os cristãos do norte do país temem que a volta da presidência às mãos de um muçulmano do norte não melhore sua condição. É impossível separar política de religião naquela parte do mundo.

A lei sharia já foi implementada em 12 dos Estados do norte. Com um muçulmano na presidência, eles esperam uma aplicação mais severa desse sistema legal aos muçulmanos e não-muçulmanos também.

Além disso, em nome da jihad, os cristãos do norte têm sofrido humilhações, provocações, despejos, injúrias e assassinatos. Conflitos violentos entre muçulmanos e cristãos resultaram na morte de milhares e na destruição de muitas propriedades. Os cristãos dizem que eles não têm sido ouvidos e sentem que sentem que o governo está surdo aos seus apelos. Com um muçulmano na liderança do país e abrindo posições importantes do governo a muçulmanos, os cristãos não esperam que sua situação melhore.

A Igreja na Nigéria precisa desesperadamente de nossas orações e apoio durante esses tempos de incerteza. Os cristãos sabem que o futuro deles não está nas mãos dos homens, mas eles também precisam saber que não estão sós. Eles devem ser encorajados. Precisam ser lembrados de viver como Cristo em meio às privações. Eles carecem de nossas orações, à medida que enfrentam dias incertos antes das eleições. Junte-se a nós para colocá-los diante do Senhor em oração!

Pedidos de oração

 Ore para que as eleições sejam livres, pacificas e justas. Ore contra os planos daqueles que querem espalhar a violência e fraudar as eleições.

 Ore pelos cristãos do norte, para que permaneçam firmes em sua fé e não coloquem sua esperança nos homens. Ore para que eles sejam luzes brilhantes em meio à incerteza.

 Ore pela Igreja, para que reaja ao islamismo em amor. Ore para que sua condição motive-os a alcançarem os seus vizinhos muçulmanos.

 Peça a Deus para levantar homens fortes nEle, para que se posicionem em relação aos políticos e falem com eles. Peça que os líderes cristãos sejam uma voz inabalável.

 Ore pelos líderes cristãos, para que ensinem seu rebanho a ser pacificador durante essa época. Que os cristãos recebam a graça de permanecerem calmos em face à provocação, ameaças e ataques.

 Ore pelos projetos da Portas Abertas de apoiar e equipar a Igreja no meio desses desafios. Que o nosso seminário Permanecendo Firme Através da Tempestade e os cursos para líderes produzam frutos na vida da liderança cristã durante esse tempo.

 Peça a segurança e a direção de Deus para nossa equipe durante esses momentos de incerteza.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE