Pastor Cai Zhuohua deixa a prisão após três anos

| 18/09/2007 - 00:00


Cai Zhuohua, líder de uma igreja doméstica na China, foi libertado no último dia 10 de setembro, após três anos de prisão, segundo a Associação de Ajuda à China (CAA, sigla em inglês). Ele foi preso por distribuir Bíblias.

De acordo com a mãe de Cai, ele está bem  fisicamente e espiritualmente, apesar de ter passado todo esse tempo sem acesso à Palavra de Deus.

“Na prisão, Cai era forçado a costurar bolas de futebol de 10 a 12 horas por dia, para os Jogos Olímpicos de Beijing 2008”, disse um porta-voz da CAA.

O pastor Cai pediu para que a CAA agradecesse a todos os irmãos e irmãs que oraram e ajudaram sua família durante o tempo em que passou na prisão.

"O amor de Deus e as orações dos santos sustentaram minha vida na prisão", disse. A CAA ajudou na defesa legal do pastor e no apoio à família dele.

Depois da liberação, Cai foi advertido a não falar. Ele tem de se reportar uma vez por mês ao Departamento de Segurança Pública.

Três dias depois de sua libertação, ele foi intimado a comparecer ao departamento, onde recebeu advertências e intimidações.

“Ele sente que não terá liberdade nem sequer depois da liberação", disse a mãe dele, que também é líder de uma igreja não-registrada.

Entenda o caso

No dia 8 de novembro de 2005, o pastor Cai foi condenado a três anos de prisão sob a acusação de "práticas ilegais" e multado em 150 mil iuanes (R$ 285).

A esposa dele, Xiao Yunfei, foi condenada a dois anos e multada em 120 mil iuanes (R$ 228). O irmão dela, Xiao Gaowen, recebeu uma sentença de 18 meses e multa de cem mil iuanes (R$ 190).

Cai foi preso no dia 11 de setembro de 2004 em um ponto de ônibus. Com ele foram encontrados mais de 200 mil Bíblias impressas em um galpão mantido pelo pastor.

Na China, apenas o governo chinês pode imprimir e distribuir Bíblias. 

Nos últimos anos, as autoridades chinesas têm processado os líderes de igrejas não-registradas que possuem Bíblias com base no artigo 225 do Código Penal chinês que torna esta prática crime “de operação empresarial por romper a ordem de mercado."

Na mesma semana, Zhou Heng, um conhecido líder cristão, foi preso com três toneladas de Bíblias, e pode ser condenado a até 15 anos de prisão (leia mais).


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE