Sacerdote ortodoxo é assassinado no centro de Bagdá

Um sacerdote cristão foi assassinado a tiros no sábado (5) próximo de sua casa no bairro de Karrada, em pleno centro de Bagdá, informaram fontes da segurança iraquiana à AFP.

Yussef Adel, um sacerdote daIgreja Síria Ortodoxa de São Pedro, foi assassinado por volta do meio-dia (06h00 de Brasília) por homens armados em um carro, acrescentaram as fontes. Os agressores conseguiram fugir.

Ele foi levado para o hospital Ibn Nafis, um dos principais da capital, mas ele não resistiu e morreu.

Ameaças constantes

Os cristãos do Iraque sofrem regularmente ataques, seqüestros e violências de todos os tipos, tanto nas mãos de rebeldes sunitas como xiitas, que os acusam de apoiar os "cruzados invasores".

Os caldeus, católicos de rito oriental, constituem a principal comunidade cristã do país e uma das mais antigas igrejas cristãs.

O arcebispo caldeu de Mosul (norte), Faraj Rahou, foi seqüestrado no final de fevereiro e seu corpo encontrado em meados de março.

Dois padres da diocese de Mosul foram seqüestrados durante nove dias em outubro de 2007 e, em junho desse mesmo ano, foram mortos outro padre e três diáconos.

Em janeiro passado, a catedral caldéia e a Igreja Ortodoxa de Kirkuk (norte) também sofreram atentados com carro-bomba.