Governo adia audiência sobre disputa de terra

Um tribunal no distrito de Hanói transferiu a data do julgamento de um caso de disputa de terras entre católicos e a prefeitura da cidade. Marcado para o dia 5 de dezembro, a audiência foi remarcada para hoje, devido a obras no tribunal, disse o padre Pierre Nguyen Van Khai.

Pierre explicou que os funcionários do tribunal afirmaram que a sala de julgamento ficaria em reforma até o dia 7.

Em 15 de agosto, centenas de católicos ocuparam um lote próximo à paróquia Redentora que havia sido da igreja, e colocaram cruzes no local. O terreno foi confiscado pelo governo na década de 1960.

Oito católicos, com idades entre 21 e 63 anos, estão sendo julgados por destruir propriedade pública – um muro do lote em questão que foi derrubado durante o protesto dos católicos.

Outro clérigo da mesma paróquia, Joseph Le Quang Uy, lembra que o muro daquele lote havia sido derrubado por chuvas fortes dias antes. Durante o protesto, algumas pessoas afastaram mais partes do muro deteriorado, segundo Joseph.